Paraíba, sexta-feira, 20 de julho de 2018
23° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Incêndio destrói ônibus escolares em garagem de prefeitura

A polícia vai investigar o que teria iniciado as chamas.

Por Redação Portal T5

08h12 - Atualizado 13/03/2018 às 08h35

Cinco ônibus escolares foram destruídos por um incêndio na noite desta segunda-feira (12), na cidade de São Bento, Sertão do estado. Segundo a polícia, os veículos estavam na garagem da Secretaria de Infraestrutura do município.

+ Carteiros voltam ao trabalho nesta terça-feira (13)

Um vigilante fazia a guarda e ouviu o momento em que houve uma explosão. Ao se dirigir para a garagem ele observou que o local já estava tomando pelo fogo e que as chamas se espalharam rapidamente.

+ Comandantes de estados debatem ações integradas para fiscalizar divisas

“Esses carros da prefeitura normalmente vão deixar os estudantes em Patos e retornam por volta de meia-noite e 1h. O que tomamos conhecimento, por intermédio do pessoal da prefeitura, foi que um dos ônibus chegou com um dos pneus estourado e com uma das rodas muito quente. Esse veículo chegou mais ou menos nessa hora e lá na garagem existe um vigia. Ele disse que não avistou ninguém e que ouviu um estouro, mas com a chama já bastante alta”, explicou o major Esaú, comandante do 12o Batalhão de Polícia.

+ Quadrilha fortemente armada explode agência bancária na Paraíba

O caso será investigado para verificar se o incêndio foi acidental ou provocado. “A gente também não pode descartar o componente criminoso, até por que a Polícia Militar não pode afirmar e nem pode dizer que foi ou que não foi. Isso tem que ser constado através de perícia, que cabe ao Corpo de Bombeiros. Mas é uma linha que pode ser iniciada uma investigação por parte da Polícia Civil”, analisou.

+ Vídeo:Paciente morde pescoço de médico e caso vai parar na delegacia

A assessoria de imprensa da prefeitura informou que os ônibus que foram avariados fazem o transporte dos alunos dentro do próprio município. Apenas uma rota deixou de ser feita nesta terça-feira (13), que seria para a Zona Rural. A situação, conforme a assessoria, será normalizada nesta quarta-feira (14).

+