Paraíba, sexta-feira, 22 de junho de 2018
18° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Carteiros voltam ao trabalho nesta terça-feira (13)

Após o julgamento do TST sobre as regras dos planos de saúde para os funcionários e familiares, o Sindicato decidiu encerrar o manifesto.

Por Redação Portal T5

07h05

A greve dos funcionários dos Correios, iniciada nessa segunda-feira (12), durou apenas um dia. Após o julgamento do Tribunal Superior do Trabalho (TST) sobre as regras dos planos de saúde para os funcionários e familiares, realizada na tarde da segunda-feira, o Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos decidiu encerrar o manifesto.

Os funcionários voltam às atividades normalmente a partir desta terça-feira (13). O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos na Paraíba (Sintect-PB) revelou que, apesar do fim da paralisação, os funcionários estarão em "estado de greve", o que significa que os trabalhos podem parar a qualquer momento.

"Outras lutas virão brevemente. Sem dúvida nenhuma eles vão querer tomar dos funcionários muitas coisas e vamos ter que estar preparados para muitas lutas", disse Evandro Tavares, presidente do sindicato no estado.

Novas regras - A mensalidade vai variar de 2,5% a 4,4%, dependendo do salário do colaborador. O TST também alterou a forma de cobrança da cobertura de cônjuges e dependentes. A partir de agora, eles vão contribuir com um porcentual que varia de 35% (filhos) a 60% (cônjuge) sobre a mensalidade do empregado.

Atualmente, os custos do plano de saúde para a empresa geram uma despesa da ordem de R$ 1,8 bilhão ao ano.