Paraíba, quarta-feira, 12 de dezembro de 2018
29° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Companheira de mulher morta a pauladas acredita que crime foi motivado por homofobia

A maioria dos ferimentos foi na região da cabeça da vítima.

Por Redação Portal T5

11h50 - Atualizado 07/12/2018 às 15h52

A garçonete Joseana Lourdes Xavier da Silva tinha 33 anos e foi morta enquanto jogava dominó em uma praça no bairro Valentina Figueiredo. O caso aconteceu na madrugada da última terça-feira (04). Ela foi agredida a pauladas, foi socorrida para o Hospital de Emergência e Trauma, mas não resistiu. A maioria dos ferimentos foi na região da cabeça da vítima.

A companheira dela, que não quis se identificar, lamentou o fato em entrevista exclusiva à TV Tambaú/SBT. Ela acredita que o crime pode ter sido motivado por homofobia. “Ela gostava de frequentar o local para jogar dominó, com um pessoal de lá, bem gente boa. Eu fui com ela pra praça, mas depois fui pra casa. Talvez até eu pudesse ter sido vítima. Tenho quase certeza que foi por homofobia", disse.

Segundo o delegado plantonista Ademir Fernandes, a companheira da vítima esteve na manhã desta sexta-feira (07) na Delegacia de Homicídios acompanhada de familiares, onde prestaram algumas informações para o boletim de ocorrência. Ele informou ainda que o caso será encaminhado para o delegado responsável da área. A produção da Rede Tambaú de Comunicação entrou em contato com a delegacia de homicídios e foi informada que o delegado Sílvio Bardasson é quem vai conduzir as investigações, porém ele disse que ainda não está com o caso.

O suspeito de ter praticado o crime não foi detido.

Leia Mais:

+ MPF investiga desvio de verba de merenda escolar em Bayeux

+ Pesquisa: 47% acreditam que amigo secreto é estratégia para economizar nos presentes de Natal

+ Apresentador do SBT denuncia perfil falso usado para extorquir dinheiro de mulheres