Paraíba, terça-feira, 19 de fevereiro de 2019
30° C
Busca

Paraíba

Paraíba

Na Paraíba, 11 pessoas foram detidas por suspeita de crime eleitoral

​A Polícia Militar divulgou o balanço referente ao segundo turno das eleições 2018.

Por Redação Portal T5

08h50

A Polícia Militar divulgou o balanço referente ao segundo turno das eleições 2018. Na Paraíba, 11 pessoas foram conduzidas para delegacias por suspeita de crime eleitoral. Conforme o levantamento, os casos aconteceram nas cidades de João Pessoa (4), Campina Grande (2), Cajazeiras (2), Cacimba de Dentro, São José de Piranhas (1) e Belém (1). Entre os motivos para as conduções, estavam tentativa de violação do sigilo do voto, propaganda irregular e pertubação do sossego.

+ Jornalista paraibana é agredida com soco no rosto quando comemorava vitória de Bolsonaro

Em Cacimba de Dentro, o homem estava jogando panfletos do candidato Fernando Haddad (PT) em uma zona eleitoral. Ele foi flagrado por uma promotora por volta das 11h14.

+ Radialista paraibano é denunciado após publicar foto da urna no Instagram

Em João Pessoa, um eleitor foi preso na manhã deste domingo (28) após fotografar seu voto na urna. O fato aconteceu na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Dr. João Navarro Filho, no bairro Valentina Figueiredo. De acordo com a polícia, o mesário flagrou a ação e solicitou a presença do juiz no local. Uma guarnição da Polícia Militar, por sua vez, foi acionada para fazer a condução do suspeito.

+ "A informação foi superdimensionada”, diz comandante geral da PM sobre supostos ataques a presídios da PB

Ainda na capital, outro homem foi flagrado depois de colar um adesivo em uma urna na Escola Municipal David Trindade, no bairro de Mangabeira, na capital. Ambos foram conduzidos para a sede da Polícia Federal, em Cabedelo.

Leia Mais:

+ Eleitor não deixa urna e vota duas vezes para presidente no Recife

+ Vândalos danificam imagens com nome de candidato em igreja na Paraíba

+ Eleitor é preso em João Pessoa após fotografar voto na urna

+ Eleitor é preso por colar adesivo em urna eletrônica na Paraíba