domingo, 02 de agosto de 2020
Busca

Portal T5

Geral

Países que aplicam a BCG têm menos mortes por Covid-19, diz novo estudo

A pesquisa analisou a taxa diária de casos do novo coronavírus em 135 países e de óbitos em 134 ao longo dos primeiros 30 dias da pandemia em cada nação

Por Carlos Rocha

21h30 - Atualizado 01/08/2020 às 20h39

A revista Science Advances publicou um estudo na sexta-feira (31/7) que mostra que países com vacina obrigatória para o bacilo Calmette-Guérin (BCG), que protege contra tuberculose, exibiram, em sua maioria, taxas mais baixas de infecção e morte por Covid-19 durante o primeiro mês da pandemia em seus territórios. A pesquisa analisou a taxa diária de casos do novo coronavírus em 135 países e de óbitos em 134 ao longo dos primeiros 30 dias da pandemia em cada nação.

Socorrista do SAMU é encontrado morto em quarto de motel em Campina Grande

O levantamento foi desenvolvido por cientistas da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos. O estudo testou se a taxa de crescimento seria significativamente mais lenta nos países que continuaram a exigir a vacinação contra BCG pelo menos até o ano de 2000, em comparação com os países que atualmente não a exigem.

Cantor romântico Kamilo Faion morre aos 63 anos em Campina Grande

Pesquisas sugerem que o BCG tem efeitos benéficos na imunidade contra uma variedade de infecções relacionadas ao pulmão que vão além da tuberculose, o que torna o BCG um candidato para a prevenção contra o novo coronavírus. No Brasil, a imunização é obrigatória desde 1976 para recém-nascidos, sendo disponibilizada de graça pelo Sistema Único de Saúde (SUS) até os quatro anos de idade.

Leia também: Fiocruz vai produzir 100 milhões de doses de vacina contra Covid-19

Siga o Instagram Facebook do Portal T5 e fique bem informado!

Adicione o WhatsApp do Portal T5: (83) 9 9142-9330.