quarta-feira, 25 de novembro de 2020
Busca

Portal T5

Geral

Vítima de desabamento havia conquistado posto de gerente em famoso hotel de Pipa

Gerente de hotel morto em Pipa comemorava cargo que havia assumido recentemente.

Por Redação Portal T5

16h20 - Atualizado 17/11/2020 às 17h18
Reprodução/Instagram

O gerente de hotel Hugo Pereira, de 32 anos, vivia uma boa fase na carreira profissional. Há pouco tempo havia sido convidado para gerenciar um dos maiores hotéis em Tibau do Sul, município da famosa praia da Pipa, no Rio Grande do Norte, onde morreu junto à mulher e filho de um ano após desabamento de parte de uma falésia nesta terça-feira (17).

Numa publicação no Instagram em 15 de outubro, Hugo fez um relato de altos e baixos durante os últimos cinco anos: "Veja só, 5 anos atrás tinha um trabalho estável, muito bem remunerado, um cargo de nome bonito: coordenador de projetos internacionais".

"Sair parecia loucura, saí pela porta da frente e deixei aberta", afirmou na rede social, onde também relatou que após deixar o cargo de coordenador trabalhou "na louça, na faxina, diária de servente, trabalhei de voluntário, cerca no meio do mato".

"Almocei na igreja, fiquei sem almoçar, almocei no restaurante chique. Dormi na rua, dormi na praia, na barraca, na casa abandonada, na praça, no aeroporto, por anos morei no carro", disse.

No entanto, pelos trabalhos realizados na rede hoteleira da região, Hugo recebeu uma proposta para ser gerente de um dos maiores hotéis do município: "Terça-feira, no dia do meu aniversário, porque pra quem acredita em Deus não existe coincidência nem sorte - os planos Dele são bem maiores que os nossos - fui convidado para uma conversa, recebi um convite pra lá de especial. Vou ser gerente no maior hotel de Pipa", comemorou.

Hugo aproveitava o dia de folga com a mulher e o filho na praia da Pipa quando parte de uma falésia caiu sobre a família nesta terça.