quarta-feira, 25 de novembro de 2020
Busca

Portal T5

Geral

Jovem de 14 anos ganha prêmio por descobrir molécula contra o coronavírus

Americana Anika Chebrolu usou um modelo de computador para analisar 698 milhões de compostos e encontrar um que pode evitar a infecção

Por Carlos Rocha

16h30 - Atualizado 21/10/2020 às 17h58

Aos 14 anos, a adolescente americana Anika Chebrolu ganhou o prêmio Jovem Cientista da empresa 3M por ter encontrado uma molécula que pode se encaixar no coronavírus e evitar que ele infecte células humanas. Descobertas como essa são o primeiro passo para que cientistas desenvolvam novos remédios.

A garota usou um modelo de computador para analisar 698 milhões de compostos até encontrar um que pode funcionar. Foi preciso usar vários filtros além da possibilidade de encaixe: a estrutura molecular, as características de uma droga à base do composto, como o organismo humano seria capaz de quebrar a molécula e se seria tóxica para as outras células.

Anika recebeu US$ 25 mil (cerca de R$ 140 mil) pela descoberta. Além da molécula contra o coronavírus, ela também achou uma que pode ser efetiva contra os vírus influenza. O objetivo da adolescente é trabalhar com cientistas.

Confira a reportagem completa no Metrópoles, parceiro do Portal T5

Leia também:

UFCG encerra inscrições de concurso com 5 vagas para professores; confira

Jovem de 18 anos é morta com tiro na cabeça, na PB; suspeito é o ex-namorado

Mulher é assassinada na frente da filha de 6 anos, na PB

Paraíba decreta calamidade pública por mais 180 dias