sábado, 04 de abril de 2020
Busca

Portal T5

Geral

Nova espécie de salamandra-gigante pode ser o maior anfíbio do mundo

Até agora, pensava-se que a salamandra-gigante-da-china — Andrias davidianus — era uma única espécie e, por isso, o maior anfíbio do mundo. Mas agora descobriram que há três espécies distintas.

Por Redação Portal T5

10h33
© Sputnik / Vladimir Minkevich

Cientistas da Sociedade Zoológica de Londres (ZSL) e do Museu de História Natural de Londres identificaram duas novas espécies da salamandra-gigante-da-china, sendo que uma delas pode ser afinal o maior anfíbio do mundo.

Até agora, pensava-se que a salamandra-gigante-da-china — Andrias davidianus — era uma única espécie e, por isso, o maior anfíbio do mundo. Mas agora descobriram que há três espécies distintas.

+ Luísa Sonza diz em rede social que são raros os dias em que acorda feliz

+ Queda de meteoro gera clarão e estrondo, assustando moradores do noroeste do PR

O estudo foi publicado na revista científica Ecology and Evolution e nele os cientistas consideram que as três espécies são geneticamente distintas devido a uma questão geográfica: além da A. davidianus, identificaram também a Andrias sligoi, proveniente do sul da China, e uma espécie que ainda não foi batizada proveniente das montanhas Huangshan, no leste do país.

Boi invade praça e atinge morador, no centro de Campina Grande; veja

+ Trânsito matou 131 pessoas neste ano em João Pessoa, diz Secretaria de Saúde

“A descrição original da Megalobatrachus sligoi foi feita antes de aparecer a genética que, desde então, nos deu uma poderosa ferramenta alternativa para entender as relações entre diferentes populações de animais”, declara ao site o professor Samuel Turvey, autor do artigo e investigador do Instituto de Zoologia da ZSL.

+ Caio Castro posta foto ousada e fãs comentam: “inveja de Grazi Massafera”

+ Confira dicas de segurança para evitar golpes durante saque do FGTS

“Na época em que a sligoi foi identificada, havia também uma confusão sobre se as salamandras-gigantes japonesas e chinesas eram distintas entre si, logo os personagens originalmente usados para ‘distinguir’ os sligoi eram em grande parte aqueles que separavam os animais chineses dos japoneses. Como tal, assumiu-se mais tarde que os sligoi provavelmente eram semelhantes a outras salamandras-gigantes da China”.

+ Unhas coloridas são tendência no verão

+ Ivete Sangalo tenta abraçar Marília Mendonça e quase é barrada por seguranças no Salvador Fest

Com esta nova classificação, os investigadores perceberam-se que também tinham de repensar o título de “maior anfíbio do mundo”, anteriormente atribuído à A. davidianus.

+ Multas de trânsito podem ser parceladas no cartão de crédito

+ Márcio Victor, do Psirico, diz que se tremeu com parceria com Pabllo Vittar

“O animal com 1,8 metros de comprimento capturado em 1920 é a maior salamandra-gigante conhecida da China, e historicamente tem sido interpretado como um espécime de A. davidianus porque todos os animais chineses foram pensados para representar essa espécie. Porém, este enorme animal é, na verdade, um indivíduo potencial da espécie sligoi, com base na localização geográfica (foi capturado no sul da China)”, explica Turvey.

+ Criança de 2 anos morre depois de ser atacada por cachorros enquanto dormia em MG

Atualmente, a A. davidianus é uma espécie ameaçada, por isso, a equipa de investigadores considera ser crucial que as duas novas espécies também estejam na mesma lista.

Com Sputinik