Paraíba, quarta-feira, 21 de agosto de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Geral

"Você não pode ganhar um campeonato sem gays no time", diz capitã da seleção feminina dos EUA

Ela disse ainda que caso as jogadoras ganhem o Mundial, não vão para a Casa Branca por causa do Trump

Por Redação Portal T5

21h19 - Atualizado 01/07/2019 às 21h23
Foto: BERNADETT SZABO / REUTERS

A capitã da seleção feminina dos Estados Unidos, Megan Rapinoe, afirmou que nenhuma equipe conquista uma competição sem gays no time. O Dia Internacional do Orgulho LGBT foi comemorado no dia 28 de junho.

Em declarações reproduzidas pelo Goal.com, a atleta declarou: "Você não pode ganhar um campeonato sem gays no seu time. Isso jamais foi feito antes na história, nunca. Isso aí é ciência pura!", disse.

Luana Piovani revela motivo da separação com Pedro Scooby

Rapinoe afirmou ainda que 'não iria para p... da Casa Branca", caso ganhasse o Mundial na França, por causa do presidente Donald Trump.

Em resposta, ele disse que ela deveria vencer o torneio antes.

Depois de vencer o jogo contra a França e garantir o time nas semifinais, ela comemorou: "Vai gays!", demonstrando o orgulho em ser homossexual.

"Estou motivada por pessoas que gostam de mim e que estão lutando pelas mesmas coisas. Eu pego mais energia disso do que tentando provar que alguém está errado. Isso está se esgotando. Mas para mim, ser gay e fabulosa, durante o mês do Orgulho na Copa do Mundo, é ótimo", acrescentou.