Paraíba, segunda-feira, 22 de julho de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Geral

Restaurante pede que mulher se retire do ambiente por 'roupa provocante' nos EUA

Ela desabafou nas redes sociais que acredita que o problema foi o seu peso ao usar a roupa

Por Redação Portal T5

19h15
Reprodução/Facebook

Uma mulher que estava com marido em um restaurante na Pensilvânia, nos Estados Unidos, foi convidada a se retirar por estar usando uma "roupa muito provocante".

De acordo com Sueretta Emke, ela usava um top e um short e estava indo ao bufê quando foi abordada pelo gerente do local. Ele disse ter recebido queixa de outra cliente.

"Eu me levantei para pegar comida e o gerente me abordou e disse que eu estava vestida de forma muito provocante. Ele me pediu que eu me cobrisse ou deixasse o local", explicou através das redes sociais.

Ela disse que tinha dirigido por quase uma hora até o restaurante e que não tinha peça para se cobrir. De acordo com ela, o gerente deu de ombros.

Com isso, Sueretta perguntou o que especificamente estava errado com a sua roupa e o gerente foi "evasivo".

"Ele afirmou que não era ele que tinha que dizer", disse.

A discussão aumentou e cliente decidiu deixar o restaurante.

Ela desabafou nas redes sociais que acredita que o problema não foi a roupa, porém, o seu peso ao usar a roupa.

Justiça absolve Bolsonaro em acusação por discriminar quilombolas

"Cada ambiente pede um traje apropriado, por mais simples que seja. Se o restaurante for um pouco mais formal, os frequentadores têm de respeitar. Independentemente do peso, roupas muito curtas, justas e de número menor, não caem bem em ninguém. O tipo de roupa pode ter sido um pretexto para expulsá-la do restaurante. Infelizmente, é um preconceito comum. Porém adequação é fundamental", comentou a blogueira de moda Marianna Aloi, de 31 anos.