Paraíba, sexta-feira, 23 de agosto de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Geral

Mulher perde útero no parto e fica em estado vegetativo

Família leva caso ao Ministério Público

Por Lillyane Rachel

14h08 - Atualizado 22/03/2019 às 14h13
Foto: Uol

Uma jovem de 19 anos ficou em estado vegetativo após complicações no parto em um hospital no estado da Bahia. Após apresentar um quadro de “inversão uterina”, a mulher teve a retirada do útero.

O caso aconteceu há oito meses, entretanto, só veio à tona na última quarta-feira (20) quando a família procurou o Ministério Público do estado para que a Prefeitura da cidade disponibilize o prontuário médico da jovem. De acordo com os familiares, a moça saiu do hospital com a placenta e o útero para o lado de fora.

Leia Mais: Queda de energia atrasa depoimentos sobre supostos estupros em escola de JP

A Prefeitura de Araci nega as afirmações e diz estar fornecendo auxílio aos parentes. Contudo, não deu detalhes do relatório médico e nem explicou a razão de não ter sido divulgado.

O advogado realizou um pedido de providências no Ministério Público da Bahia solicitando o documento. "Vamos esperar mais cinco dias úteis para o laudo médico ser fornecido. Caso isso não ocorra, vamos acionar a Justiça", disse.

Leia Mais: Justiça libera R$ 7,2 bilhões para pagar atrasados do INSS

O bebê nasceu bem e está saudável, de acordo com a família. O marido afirmou que o parto era para ter sido cesárea, "mas insistiram em fazer normal, mesmo com o útero dela estando invertido. O útero ficou retorcido e foi arrancado. Ela perdeu muito sangue", declarou.

A jovem vive atualmente em estado vegetativo, como respirando, com batimentos cardíacos e funcionamento do intestino, entretanto, sem interagir com o meio exterior.