sexta-feira, 30 de outubro de 2020
Busca

Portal T5

Geral

Segundo caso de "remissão" do vírus HIV é registrado no mundo

Segundo a Sociedade Internacional para a Aids (IAS), o fato significa uma validação do conceito de que a doença tem cura.

Por Redação Portal T5

11h37 - Atualizado 05/03/2019 às 12h12

Um segundo caso de remissão do vírus da aids, após transplante com células-tronco de doadores com rara mutação genética, ocorre no mundo. A descoberta foi publicada em um artigo publicado na revista científica Nature, nesta segunda-feira (05), e pode significar avanços no combate à doença.

O primeiro registro ocorreu com o americano Timothy Ray Brown, conhecido como o "paciente de Berlim", há mais de dez anos. Ele foi a primeira confirmação de um paciente que teria se curado da infecção depois de um transplante de células-tronco na Alemanha. Ele passou pelo procedimento há 12 anos e ainda está livre do vírus.

Desta vez, o homem, identificado apenas como o "paciente de Londres",  passou 19 meses sem que a presença do vírus tenha sido constatada. Tanto ele como "Brown" apresentaram remissão do vírus HIV  após receberam transplantes de medula óssea para o tratamento de câncer no sangue com células-tronco de doadores com uma rara mutação genética que impede a disseminação da infecção no organismo.

Para a Sociedade Internacional para a Aids (IAS), o fato significa uma validação do conceito de que a coença tem cura: "A esperança é que isso possa levar a uma estratégia segura, econômica e fácil para atingir esses resultados através da tecnologia genética e/ou de técnicas relacionadas aos anticorpos".

Atualmente, cerca de 37 milhões de pessoas em todo o mundo estão infectadas com o vírus da aids, mas apenas 59% estão em dia com os tratamentos com os ARVs. A estimativa é de que quase um milhão de pessoas morram todos os anos de doenças relacionadas à infecção por HIV.