Paraíba, segunda-feira, 22 de outubro de 2018
27° C
Busca

Portal T5

Geral

Com onda de calor na Europa, Nasa considera 2018 como um dos anos mais quentes da história

Na Áustria, por exemplo, foram distribuídos desodorantes nos metrôs que não contam com ar-condicionados.

Por Redação Portal T5

23h24
Franceses tentam se refrescar em fontes, em função das altas temperaturas
Franceses tentam se refrescar em fontes, em função das altas temperaturas Foto: Geoffroy Van der Hasselt / AFP

Um calor “infernal” vem castigando a Europa e boa parte do Hemisfério Norte nos últimos dias. Na Espanha, por exemplo, a região da Andaluzia registrou temperaturas próximas aos 40 ºC. E isso tudo não é aleatório: segundo a Nasa (agência espacial norte-americana), que monitora as temperaturas na Terra, 2018 já é um dos anos mais quentes da história.

Outros países onde o tempo costuma ser frio também estão sofrendo com o calor. Em algumas cidades da Alemanha, chegou até a faltar cerveja devido ao aumento do consumo, segundo uma reportagem exibida pelo Fantástico. Já os animais foram “presenteados” com pedras de gelo em um zoológico local.

Na Áustria, o jeito foi distribuir desodorantes para os passageiros naqueles metrôs que não contam com ar-condicionado. A Suiça, por sua vez, os habitantes se preocuparam com o rebanho de vacas nos Alpes, que poderiam sofrer com o descongelamento.

Na Áustria, foram distribuídos desodorantes no metrô
Na Áustria, foram distribuídos desodorantes no metrô Foto: Divulgação