Paraíba, terça-feira, 22 de maio de 2018
19° C
Busca

Portal T5

Geral

Dia Contra a Homofobia: Expectativa de vida de transexuais no Brasil é de 35 anos de idade

Neste dia 17 de maio o público LGBT comemora o Dia Internacional Contra a Homofobia.

Por Redação Portal T5

16h02 - Atualizado 17/05/2018 às 16h44
Parada Gay de São Paulo em 2014
Parada Gay de São Paulo em 2014 Foto: Edu César

Nesta quinta-feira, 17 de maio, é comemorado o Dia Internacional de Combate à Homofobia. A data não foi escolhida por acaso: em 17 de maio de 1990, a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da lista de distúrbios mentais da Classificação Internacional de Doenças (CID), reconhecendo que a orientação sexual se trata, na verdade, da personalidade de cada indivíduo.

Por esse motivo, o dia ficou marcado como uma grande conquista para o movimento LGBT, que vem lutando cada vez mais contra o preconceito e a violência contra gays, lésbicas, bissexuais, transgêneros, entre outros.

Apesar de vitórias como essa, o Brasil ainda está longe de fornecer a segurança necessária para as minorias, especialmente o público LGBT. De acordo com um levantamento realizado pelo Grupo Gay da Bahia (GGB), 445 pessoas entre gays, lésbicas, travestis e transexuais morreram em função de crimes motivados por homofobia, apenas em 2017. Ou seja, uma vítima a cada 19 horas, com um aumento de 30% em comparação a 2016.

Além disso, de acordo com informações do psicólogo Pedro Sammarco, a expectativa de vida de travestis e mulheres trans no Brasil gira em torno de apenas 35 anos, menos da metade da média brasileira, que é de 75,8 anos, segundo dados de 2017 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

Leia também:

Dois homens são presos suspeitos de pornografia e exploração infantil, na PB

“Homofobia psicológica”, faz jovens adoecerem segundo União Nacional LGBT