Paraíba, quarta-feira, 26 de junho de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Geral

Álcool pode ser mais prejudicial para o cérebro do que maconha

Consumo da bebida está relacionado a mudanças em longo prazo na estrutura da substância branca e da matéria cinzenta

Por Carlos Rocha

00h30 - Atualizado 15/02/2018 às 23h37

Cientistas da Universidade do Colorado em Boulder, nos Estados Unidos, realizaram uma revisão de exames de imagem existentes para avaliar os efeitos do álcool e da maconha, ou cannabis, no cérebro.

De acordo com o site VivaBem, do UOL, suas descobertas relacionaram o consumo da bebida com mudanças em longo prazo na estrutura da substância branca e da matéria cinzenta no cérebro. Já o uso de maconha, no entanto, parece não ter efeitos significativos em longo prazo sobre a estrutura cerebral.

A matéria cinzenta é o tecido na superfície cerebral que consiste principalmente nos corpos das células nervosas. A matéria branca é o tecido cerebral mais profundo, que contém fibras nervosas mielinizadas, espécie de ramos que sobressaem de células nervosas que transmitem impulsos elétricos para outras células e tecidos. A diminuição ou perda de integridade desses tecidos podem prejudicar o funcionamento do cérebro.