Paraíba, segunda-feira, 17 de dezembro de 2018
22° C
Busca

Portal T5

Geral

Ciência explica por que seres humanos sofrem com maus-tratos a animais

Um estudo realizado no ano passado, publicado na revista Society & Animals, mostrou que os indivíduos se sensibilizam mais com abusos ou agressões que envolvam cães

Por Carlos Rocha

19h06
Foto: DR

Para algumas pessoas pode até parecer exagero, mas muitos sentem, de fato, uma grande empatia por cães, mais até do que por outro ser humano. De acordo com vários estudos, existe uma grande sensibilização quando o assunto é maus tratos contra animais e especificamente quando esses ataques têm como alvo cães.

Um estudo realizado no ano passado, publicado na revista Society & Animals, mostrou que os indivíduos se sensibilizam mais com abusos ou agressões que envolvam cães, comparativamente aquelas que envolvem a nossa própria espécie.

Havendo apenas uma exceção, que é quando a situação com humanos inclui bebês: sendo neste caso o nível de empatia mais elevado com os últimos.

Para chegar a esta conclusão, os investigadores analisaram a reação de 240 estudantes de doutoramento a casos de espancamentos de cães e pessoas.

Na primeira parte do estudo, os voluntários leram uma notícia fictícia cujas vítimas poderiam ser um cão (bebê ou adulto) ou um ser humano (um bebê de 1 ano ou um adulto de 30). Apesar de os textos serem parecidos, o fato de a vítima ser animal, independentemente da idade, pareceu instigar maior empatia no participantes. Aliás, a comoção destinada aos seres caninos só foi menor quando a notícia envolvia bebês.

Outra pesquisa realizada em 2015 pela Harrison’s Fund chegou a uma conclusão semelhante. “Cães, sejam eles jovens ou adultos, são vistos como detentores das mesmas qualidades associadas a bebês humanos; eles são vistos como incapazes de se proteger totalmente”, explicaram, na altura os investigadores.