Paraíba, domingo, 09 de dezembro de 2018
22° C
Busca

Portal T5

Geral

Não é mais possível solicitar voto em trânsito no 2º turno das eleições; saiba o porquê

O TSE também listou alguns questionamentos do eleitor.

Por Cristiano Sacramento

15h45 - Atualizado 08/10/2018 às 16h07
Foto: Reprodução/Internet

Eleitores que se encontram fora do estado ou domicílio eleitoral durante a realização do primeiro ou segundo turno das Eleições têm a opção de realizar o voto em trânsito. Entretanto, de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em 2018, o prazo para solicitar o voto em trânsito encerrou no último dia 23 de agosto.

Site do TSE passa por mudanças para prevenção de ataques cibernéticos

Com o objetivo de tirar dúvidas dos eleitores sobre o assunto, o TSE disponibilizou uma lista com alguns questionamentos comuns:

O que é? É o procedimento por meio do qual os eleitores que não estiverem em seu domicílio eleitoral poderão votar em urnas especialmente instaladas nas capitais e nos municípios com mais de 100 mil eleitores.

Para quais cargos será possível votar em trânsito? O eleitor que se encontrar em trânsito fora da unidade da Federação de seu domicílio eleitoral poderá votar para Presidente da República. Quanto ao eleitor que se encontrar em trânsito dentro da unidade da Federação de seu domicílio eleitoral, poderá votar para Presidente da República, Governador, Senador, Deputado Federal, Deputado Estadual e Deputado Distrital.

Como proceder para votar em trânsito? O eleitor deverá se dirigir ao cartório eleitoral mais próximo, munido de documento oficial com foto, no período determinado pelo Tribunal Superior Eleitoral, ocasião em que indicará em qual município pretende votar. O eleitor cadastrado para votar em trânsito estará desabilitado para votar na sua seção de origem.

Quem se habilita para votar em trânsito terá sua inscrição eleitoral transferida para o município onde vai votar no dia da eleição? Não. A habilitação para o voto em trânsito não transfere ou altera quaisquer dados da inscrição eleitoral. Após as eleições, a vinculação do eleitor com sua seção de origem é restabelecida automaticamente.

É possível alterar ou cancelar a habilitação para votar em trânsito? Sim. A alteração ou cancelamento poderão ser feitos no mesmo período para a habilitação. Após esse prazo, não será possível alterar ou cancelar a habilitação.

O que o eleitor deverá fazer se no dia da eleição não puder comparecer à cidade escolhida para votar em trânsito? Deverá justificar a sua ausência em qualquer seção eleitoral, inclusive no seu domicílio eleitoralde origem, à exceção do município por ele indicado no requerimento de habilitação.

Qual é o tempo de espera para fazer a habilitação para o voto em trânsito? Em média, 5 minutos, a partir da apresentação do documento oficial com foto.

Leia mais: Nadador brasileiro bate recorde mundial nos 50 metros borboleta

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado!

Para sugerir pautas, entre em contato com a redação pelo número (83) 9.8684-1874 e 3015-3741.