terça-feira, 01 de dezembro de 2020
Busca

Portal T5

Futebol

Medida cautelar é revogada e ex-dirigentes do Botafogo-PB podem frequentar jogos e a sede do clube

Decisão é da 4ª Vara Criminal de João Pessoa.

Por Redação Portal T5

12h33 - Atualizado 03/04/2020 às 16h05
Zezinho do Botafogo (à esq.) e Guilherme Novinho (à dir.)
Zezinho do Botafogo (à esq.) e Guilherme Novinho (à dir.) Foto: Reprodução / Nádya Araújo / Botafogo-PB

Por meio da decisão do juiz André Guedes, da 4ª Vara Criminal de João Pessoa, ex-dirigentes do Botafogo-PB alvos da Operação Cartola – que investiga um esquema de manipulação de resultados no futebol paraibano – poderão voltar a frequentar jogos do time e as dependências do clube.

A liberação acontece após o ex-presidente Zezinho Botafogo; o ex-vice de futebol, Breno Morais; o ex-vice-presidente, Guilherme Novinho; e o ex-vice jurídico, Alexandre Cavalcanti; serem destinados a cumpriras medidas cautelares por pelo menos dois anos.

No entanto, vale lembrar que as mesmas medidas haviam sido descumpridas por pelo menos três dos investigados: Breno, Zezinho e Guilherme. Em uma das ocasiões, eles participaram de um churrasco que contou com a participação de jogadores e funcionários do clube.

André no entanto, discordou e indeferiu o pedido realizado pelo Ministério Público e revogou a última medida cautelar.