domingo, 29 de março de 2020
Busca

Portal T5

Futebol

Onze jogadores ficam de fora da Seleção Brasileira, após adiamento das Olimpíadas

É que a regra do torneio masculino olímpico de futebol permite a participação de jogadores que completem até 23 anos no ano da disputa, além de três atletas sem limite de idade. ​

Por Redação Portal T5

11h15 - Atualizado 24/03/2020 às 11h16

Após o adiamento das Olimpíadas de Tóquio, uma questão é levantada: a convocação para os jogadores da Seleção Brasileira. É que a regra do torneio masculino olímpico de futebol permite a participação de jogadores que completem até 23 anos no ano da disputa, além de três atletas sem limite de idade.

Com a data adiada para 2021, a Seleção perde 11 dos 23 jogadores convocados na última chamada feita pelo técnico André Jardine no dia 6 de março. O time disputaria dois amistosos, que tiveram que ser desmarcados por causa da pandemia de coronavírus.

conforme levantamento do Globoesporte.com, entre os que são prejudicados estão Lucas Paquetá, do Milan, e Matheus Henrique, do Grêmio, que já fizeram parte da seleção principal. Eles e outros nove perdem a chance de disputar as Olimpíadas como atletas sub-23, pois completam 24 anos em 2021, tornando-se inelegíveis. Passam a brigar por um dos três postos sem limite de idade, em um embate contra grandes nomes como Neymar e Alisson, por exemplo.

Jogadores da seleção olímpica que completam 24 anos em 2021 (da última lista)

Goleiros: Cleiton (Red Bull Bragantino) e Lucas Perri (São Paulo)
Zagueiros: Gabriel (Lille), Luiz Felipe (Lazio) e Lyanco (Torino)
Laterais: Caio Henrique (Grêmio) e Ayrton Lucas ((Spartak Moscou)
Meio-campistas: Lucas Paquetá (Milan), Matheus Henrique (Grêmio), Maicon (Shakthar Donetsk ) e Wendel (Sporting)

No feminino, não há restrição, no entanto, poderia desfavorecer veteranas, como a atacante Formiga, que já tem 42 anos e busca a sua sétima participação olímpica.

Fonte: Globoesporte.com