quarta-feira, 02 de dezembro de 2020
Busca

Portal T5

Futebol

Botafogo-PB e Campinense estreiam na Copa do Brasil; duelos valem R$ 650 mil

Belo viaja e Raposa tem importante desafio dentro de casa.

Por Redação Portal T5

14h31
Amigão, em Campina Grande
Amigão, em Campina Grande Foto: Divulgação

A Copa do Brasil começa oficialmente nesta quarta-feira (12) para o futebol paraibano. Isso porque os representantes do estado – Botafogo-PB e Campinense - vão em busca da classificação à segunda fase, que renderá a quantia de R$ 650 mil.

Enquanto o clube da capital viaja até Alagoinhas, na Bahia, pra enfrentar o Atlético, o Campinense recebe o Atlético Mineiro. O Belo estreia às 20h30, no Carneirão. Já o Rubro-Negro joga às 21h30, no Amigão, em Campina Grande.

O Botafogo-PB venceu o Náutico no fim de semana
O Botafogo-PB venceu o Náutico no fim de semana Foto: Max Brito

Botafogo-PB

O clube dá uma pausa no estadual e na Copa do Nordeste. A vitória no último fim de semana por 2 a 1 sobre o Náutico dá uma certa moral ao técnico Evaristo Piza. Ele vinha sendo pressionado pelos torcedores.

O clube é o atual terceiro colocado no grupo A da competição. São cinco pontos conquistados (a mesma pontuação de Fortaleza e Sport, líder e vice-líder, respectivamente). Já Paraibano, o Belo não jogou nem pela terceira, nem pela quarta rodada. Os confrontos contra Campinense (clássico Emoção) e Sousa foram adiados. Enquanto isso, o Alvinegro é o terceiro colocado (de cinco equipes) do grupo A.

A arbitragem de Atlético de Alagoinhas e Botafogo-PB será de Tiago Nascimento dos Santos. Ele terá auxílio de Ricardo Bezerra e José Daniel. O trio é pernambucano. O quarto árbitro será Irinaldo Jorge dos Santos Silva (BA). Já o analista de campo é Kleber Moradillo (BA).

Amigão deve receber um bom público
Amigão deve receber um bom público Foto: Reprodução / Instagram

Campinense

A Raposa tem a missão de parar o clube mineiro. Para isso, não há incentivo melhor que os R$ 650 mil de premiação ocorrendo a passagem de fase. O valor é maior que seis folhas salariais da Raposa – orçada em cerca de R$ 100 mil/mês.

Em 2020, além do estadual e a Copa do Brasil, o clube terá a Série D. Há anos o Campinense tenta se reerguer em meio a extensos problemas de estrutura e gestão. A equipe comandada por Oliveira Canindé perdeu no fim de semana por 1 a 0 para o Atlético-PB, pelo Campeonato Paraibano.

O elenco que participou do jogo, no entanto, foi formado em sua maioria por reservas. Mesmo com a derrota, a Raposa é líder do grupo B, com seis pontos.

O duelo terá arbitragem de Antonio Dib Moraes, com auxílio de Rogério de Oliveira e Janystony Rabelo. Todos são do Piauí. O quatro árbitro escalado é Tiago Ramos (PB). Como analista de campo está Ubirajara Ferraz (PE).