Paraíba, segunda-feira, 15 de julho de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Futebol

Final da Copa Feminina teve mais audiência no Brasil do que nos EUA

Mesmo não envolvendo o Brasil, a partida somou mais que o dobro dos 9,296 milhões que assistiram à final da Copa feminina de 2007 entre Brasil e Alemanha, segundo a Fifa.

Por Redação Portal T5

13h54 - Atualizado 10/07/2019 às 13h54
El País

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os números de audiência da final da Copa do Mundo feminina divulgados pela Fifa nesta terça-feira (9) mostram que o Brasil foi o país com mais telespectadores do jogo do último domingo (7), entre Estados Unidos e Holanda, superando inclusive os dois finalistas.

+ Morre o jornalista Paulo Henrique Amorim

Realizada às 12h do horário de Brasília, a final do torneio disputado na França foi vista por pelo menos 19,935 milhões, somando os números de Globo, Bandeirantes e SporTV, o que representa 41,7% da audiência potencial de TV.

+ "Jacquin me atrapalhou bastante', diz Fernando após ser eliminado do MasterChef

Mesmo não envolvendo o Brasil, a partida somou mais que o dobro dos 9,296 milhões que assistiram à final da Copa feminina de 2007 entre Brasil e Alemanha, segundo a Fifa.

+ Calendário de pagamento de PIS/Pasep 2019/2020 é definido; confira

Por sua vez, os EUA, que venceram o torneio, tiveram 15,277 milhões de telespectadores, divididos entre a Fox (TV aberta) e a Telemundo (fechada). Os números da Fox foram maiores que os registrados na final da Copa masculina da Rússia de 2018, disputada entre França e Croácia.

+ Anitta revela que em fase solteira gosta ter relações sexuais com qualquer coisa que cruze o seu caminho

Já a vice-campeã Holanda teve ao menos 5,481 milhões de pessoas vendo o jogo através do canal NPO1.

Os dados não incluem o streaming nem as pessoas que viram os jogos fora de casa. Os números finais de audiência do torneio deverão ser divulgados pela Fifa em outubro.

Leia Também:

+ Mulher é assassinada a facadas por ex-companheiro que depois comete suicídio na PB

+ Julio Iglesias é reconhecido pai biológico de homem de 43 anos