Paraíba, segunda-feira, 16 de setembro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Futebol

Juninho Paulista substitui Edu Gaspar na coordenação da seleção

Edu vai trabalhar no inglês Arsenal.

Por Redação Portal T5

09h50
Foto: Lucas Figueiredo/CBF

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A CBF (Confederação Brasileira de Futebol) anunciou, na noite desta segunda-feira (8), que Juninho Paulista será o novo coordenador da seleção brasileira. Ele assume o cargo com a saída de Edu Gaspar, que vai trabalhar no inglês Arsenal.

+ Evaristo Costa 'comemora' 710 dias de férias

Juninho já estava na CBF, como diretor de desenvolvimento do futebol. Antes, o ex-jogador foi presidente do Ituano por 10 anos. Ele deixou o clube em abril deste ano para assumir seu cargo na Confederação.

+ Corregedoria da PM pede sindicância em caso de policial acusado de repassar informações a criminosos

Formado nas categorias de base da equipe do Ituano, ele atuou por São Paulo, Palmeiras, Flamengo e Vasco, além de times da Europa como Alético de Madri. Também foi campeão do Mundo em 2002 com o Brasil.

+ Divulgado edital para concurso do IBGE com 400 vagas e salários de R$ 4.200

Já Edu Gaspar, que chegou à seleção com o técnico Tite em junho de 2016, teve sua saída confirmada pela CBF. Ele vai assumir um cargo na diretoria do Arsenal. A CBF abriu mão da multa rescisória de R$ 8 milhões.

A dupla Edu e Tite já havia trabalhado junta no Corinthians, onde foi campeã da Libertadores e do Mundial de Clubes, em 2012, e do Campeonato Brasileiro de 2015.

+ Oito crianças que viviam em situações precárias com os pais são resgatadas pela polícia em João Pessoa

Edu é o terceiro ligado a Tite que deixou o cargo recentemente. Antes, saíram o analista de desempenho Fernando Lázaro e o auxiliar Sylvinho, que vai treinar o francês Lyon.

Os anúncios oficiais, como já era esperado, acontecem após o fim da Copa América disputada no Brasil e que rendeu a Tite seu primeiro título com a seleção. Também foi o primeiro torneio de Rogério Caboclo oficialmente como presidente da CBF.

+ Relatório aponta os 15 supermercados mais baratos na Grande João Pessoa

Ele foi eleito em abril de 2018, mas só tomou posse um ano depois. Na Copa América, ele aproveitou para estreitar laços nos bastidores do governo Bolsonaro e com cartolas do mundo do futebol.