Paraíba, domingo, 16 de junho de 2019
30° C
Busca

Esportes

Futebol

'Eu prefiro um crime de internet a de estupro', diz pai de Neymar

O empresário defendeu o vídeo que o jogador publicou para se proteger e destacou que prefere que o filho responda por um crime virtual do que por um estupro.

Por Redação Portal T5

11h25

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Na manhã desta segunda-feira (3), o pai de Neymar se pronunciou sobre o caso da acusação de estupro contra o atacante do Paris Saint-Germain, registrada em um boletim de ocorrência na última sexta-feira. O empresário defendeu o vídeo que o jogador publicou para se proteger e destacou que prefere que o filho responda por um crime virtual do que por um estupro.

"Não tínhamos escolha. Eu prefiro um crime de internet a de estupro. Foi o Instagram que tirou. Pelas regras do Instagram estava normal. Ele preservou a imagem, o nome. Ele precisava se defender rapidamente. É melhor ser verdadeiro e mostrar o que aconteceu. Sabíamos da chantagem, mas não da coragem de fazer um B.O. em cima de uma situação dessas", declarou Neymar pai em entrevista à Band.

+ 'La Casa de Papel' ganha 1º trailer de nova temporada e mostra Rio em apuros

"Era um risco que iríamos correr, mas tomamos as providências de auxiliar em relação a isso. Se esperássemos a Justiça decidir, até hoje eu sou chamado de sonegador. Eu não posso deixar isso acontecer, conversei com o Neymar, muito. É melhor pagar por ser inconsequente do que por estupro. Ele tem mãe, irmã e pai. Ele queria defender a família dele. Qual filho não quer ser orgulho para a família? Graças a Deus ele tem feito o papel dele. Se a vontade da menina é procurar os direitos dela, cabe à Justiça determinar", acrescentou.

+ Morre a atriz Gabi Costa, a Nazira de 'Órfãos da Terra', aos 33 anos

+ Irmã de Gabriel Diniz fala pela primeira vez sobre a morte do artista

Na madrugada desta segunda, o vídeo que Neymar divulgou para se defender da acusação de estupro foi retirado das redes sociais do atleta. As imagens, que continham conversas entre o astro do Paris Saint-Germain e a suposta vítima, estavam na ferramenta IGTV.

O pai de Neymar também esclareceu que toda a equipe do jogador está tranquila e que já estava tomando precauções antes mesmo de o caso explodir.
"Estamos tranquilos em relação a tudo. Estamos prevenidos às coisas que iriam acontecer. Era uma escolha tornar público a situação porque sabemos o tamanho do Neymar e tudo o que diz respeito a ele fica grande, fica uma especulação fora do comum. Quando a gente percebeu que chegaria a público através de uma extorsão, procuramos nossos advogados, recebemos essas pessoas para saber o que elas queriam. Quando fomos informados vimos que era dinheiro e negamos. Fui procurado por um advogado que se dizia representante dessa moça", acrescentou.

+ Solange Almeida vira assunto após 'Show dos Famosos': "Mirou na Ivete e acertou na Elba"

A denúncia foi revelada pela reportagem do UOL no sábado (1º). A mulher, brasileira, afirma que viajou a Paris a convite de Neymar, onde teria passado dois dias e sido estuprada pelo jogador. Segundo ela, um assessor do atleta teria pago as despesas da viagem e cuidado da logística.

No vídeo que foi apagado, Neymar negou o caso e expôs a suposta conversa que teve com a garota que o denunciou para dar sua versão sobre o caso. "Estou sendo acusado de estupro. É uma palavra forte, mas é o que está acontecendo no momento. Fui pego de surpresa e foi muito ruim; triste escutar isso. Quem me conhece sabe do meu caráter e índole. Sabe que jamais faria uma coisa desse tipo", afirmou o atleta.

Segundo o pai do atacante, a família toda está abalada com a acusação. Neymar pai explicou que a exposição das conversas entre o filho e a moça foi a única forma que encontraram para uma defesa rápida.

"Estamos muito abalados. É muito difícil saber que isso não é verdade e enfrentar essa situação. Há muito tempo atrás, quando o Neymar saiu do Santos, fomos acusados de sonegação fiscal, já fomos absolvidos e até hoje levamos o nome de sonegadores. Imagina uma situação dessas e você ver seu filho chamado de estuprador. Por isso queremos que ele se pronunciasse. Fizemos o possível para não expor a menina", pontuou.

Ainda de acordo com o pai de Neymar, o atleta percebeu que a mulher estava filmando os dois e, desde então, teria guardado a conversa para se precaver de uma situação que pudesse vir a ocorrer. O empresário também detalhou como o filho e a suposta vítima começaram a relação.

Quando o Neymar percebe que estava sendo vítima de alguma coisa, que a menina muda a personalidade, ele toma o cuidado de guardar as mensagens e percebe que estava sendo filmado. Ele percebeu que tinha alguma coisa... Ele não queria mais, ele queria que ela fosse embora. Até esse momento ela não pediu dinheiro. Ele bancou (a viagem). Não teve dinheiro envolvido, foi uma relação de paquera. Eles se conheceram pela rede social, foram falando e resolveram se encontrar.

Quando questionado sobre o motivo pelo qual Neymar confiou em uma pessoa que nunca tinha visto ao vivo e a levou para Paris, o pai do astro da seleção brasileira falou que o filho ainda é inexperiente.

"Experiência não se transfere. Por mais que eu aconselhe, fale com ele, é um cara de 27 anos de idade. Se eu pudesse evitar seria fácil para mim. Mas, quando ele percebeu que caiu numa armadilha eu disse: vamos esperar a bomba estourar. Se ele não reconhecer com isso", explicou.

Segundo o pai de Neymar, tudo aconteceu, porque a mulher teria ficado chateada com o jogador, que precisaria treinar e não poderia dar mais atenção a ela. O atleta do PSG teria percebido uma alteração na suposta vítima durante o encontro dos dois.

"O ressentimento que ela teve é que o Neymar não deu essa importância e ele tinha que treinar. Ela queria que ele fosse de qualquer jeito. Quando ele vai no segundo dia, ele vê o celular dela e percebe que ela está filmando. Nós sabemos que ela tem uma imagem e seria importante soltar o vídeo. Ela mandou coisas dizendo que tem o vídeo", declarou o empresário.

"Ela queria agredir ele... Ele se joga para a cama e tenta acalmar ela e pede para ela ir embora. O Neymar consegue acalmar, sai do hotel e dá a passagem para ela voltar (para o Brasil). Ficou essa confusão, mas sabíamos que isso iria chegar de alguma forma. Ele entra no quarto e tenta gravar a conversa, mas ele erra tudo. Ele sabia que tinha alguém filmando, mas ele erra, põe o celular no bolso. Ela insiste que ia apresentar quatro mulheres para ele", acrescentou.