Paraíba, sexta-feira, 24 de maio de 2019
30° C
Busca

Esportes

Futebol

Por que dupla de reforços ainda não estreou pelo Corinthians?

Entenda o motivo para a demora na estreia de Méndez e Régis.

Por Redação Portal T5

11h34
Bruno Méndez
Bruno Méndez Foto: Reprodução / Folhapress

Dos 12 reforços contratados pelo Corinthians para esta temporada, dois ainda nem entraram em campo: Bruno Méndez e Régis. A dupla treina com o elenco e é relacionada com frequência para os jogos, mas não passa do banco de reservas por diferentes motivos. Um foi "vítima" de problemas físicos de companheiros; outro está fora dos planos neste primeiro semestre.

O caso de Régis é curioso. Ele chegou ao Corinthians por pedido de Fábio Carille, e o técnico alega que só não o usou ainda porque foi obrigado a fazer substituições que não planejava em alguns jogos. "Eu inscrevi o Régis [no Paulistão], sim, porque acredito no potencial dele, e era uma fase decisiva do Paulistão", disse Carille recentemente. O técnico incluiu o meia na lista corintiana a partir das quartas de final do Estadual, mas não o utilizou.

"Tínhamos programado de colocar ele [Régis] em campo, mas em um jogo o Henrique sentiu, em outro foi o Júnior Urso, depois Fagner? Não temos como programar", defende-se Carille, provavelmente referindo-se às finais do Paulista contra São Paulo e ao duelo com a Chapecoense pela Copa do Brasil, nos quais os três citados foram substituídos.

A situação de Bruno Méndez é diferente. O zagueiro deve disputar o Mundial sub-20 ou a Copa América neste meio de ano, de modo que desfalcará o Corinthians por estar em uma ou outra competição. Capitão da equipe sub-20 do Uruguai, ele tem vaga praticamente garantida no torneio da categoria, mas tem chances de ser alçado à seleção principal.

"O Bruno tem muito potencial, mas vamos ficar um bom tempo sem ele, que deve ser convocado para a seleção uruguaia, para o Mundial sub-20. Vai para a preparação e para o torneio, e acho que viaja daqui a alguns dias. Por isso estou usando outros jogadores, porque sei que vou perdê-lo por muito tempo", explicou Fábio Carille recentemente.

Além de Carille argumentar que "não existe prazo para colocar jogador em campo", a demora para a estreia da dupla se dá também por questões burocráticas. Méndez e Régis nem poderiam atuar em parte dos jogos recentes, por não estarem inscritos nas competições. O zagueiro esteve no banco de reservas nas três primeiras rodadas do Brasileirão, tendo companhia do meia em duas.

Folhapress

Leia mais: Liverpool e Barça com Neymar são os 'melhores times que encarou', diz Guardiola

"Ricardo é chefe de quadrilha", afirma Pedro Cunha Lima sobre ex-governador

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado!