Paraíba, quarta-feira, 21 de agosto de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Futebol

Belo leva gol no final, mas vence Campinense e abre vantagem na decisão do Paraibano

O jogo decisivo acontece no próximo sábado (20), em João Pessoa, com transmissão da TV Tambaú e Portal T5

Por Vitor Feitosa

23h55 - Atualizado 18/04/2019 às 10h08
Foto: Alênio Júnior/Especial para o Portal T5

A vantagem é do Belo! Com gols de Marcos Aurélio, logo no início, e de Dico, no 2º tempo, o Botafogo-PB venceu o Campinense por 2 a 1 na noite desta quarta-feira (17), pela primeira partida da decisão do Campeonato Paraibano 2019. A Raposa ainda descontou com Neilson, no finalzinho da etapa complementar, com grande colaboração de Saulo.

O duelo aconteceu no Estádio Amigão, em Campina Grande, e teve transmissão exclusiva da TV Tambaú, além de transmissão pela internet no Portal T5.

Com a vitória, o alvinegro da estrela vermelha saiu na frente em busca do 30º título estadual e da terceira conquista seguida. Já o Campinense precisa vencer o jogo de volta por pelo menos dois gols de diferença para ficar com a taça.

A grande final está marcada para o próximo sábado (20), no Estádio Almeidão, em João Pessoa, com mando de campo do Belo.

1º tempo frenético, com pênalti isolado

Logo aos 7 minutos do 1º tempo, Marcos Aurélio abriu o placar do jeito que ele melhor sabe: na bola parada. Em cobrança de falta do meio da rua, o experiente meia mandou à meia altura. A bola ainda quicou na pequena área e enganou o goleiro Wagner Coradin, antes de morrer no fundo das redes.

Dois minutos depois, o próprio Marcos Aurélio foi lançado na área da Raposa e ficou cara a cara com o goleiro, antes de ser derrubado por Coradin. O árbitro Dewson Freitas marcou pênalti e deu cartão amarelo ao arqueiro rubro-negro.

O atacante Nando foi para a cobrança, mas isolou a bola, perdendo a oportunidade de aumentar a vantagem do time de João Pessoa.

Para tentar correr atrás do placar, o técnico do Campinense, Francisco Diá, promoveu a primeira alteração logo aos 14 minutos. O volante Romeu entrou no lugar do meia Gabriel, que deu à Raposa mais domínio da posse de bola.

O que se viu a partir daí foi um jogo bastante truncado, disputado principalmente no meio-campo, com muitos erros de passe.

Mas a partir dos 25 minutos da primeira etapa o Campinense passou a comandar o ritmo de jogo e a chegar mais organizado na área do Belo.

Aos 33, Chaveirinho ganhou a bola na ponta direita, cruzou na primeira trave e João Paulo, livre de marcação, cabeceou para fora.

Já aos 43, Diá fez sua segunda alteração, trocando um atacante por outro. Chaveirinho saiu para a entrada de Dênis.

Ainda deu tempo para o Belo assustar, logo em seguida. Após falta cobrada por Marcos Aurélio, que ficou na barreira, Marcos Vinícius arriscou de fora da área, mas a bola ficou tranquila para Coradin.

O Campinense também teve uma boa chance antes do intervalo, a melhor do clube rubro-negro. Lopeu fez a parede dentro da área, tocou para João Paulo, que finalizou à direita de Saulo, tirando tinta da trave.

Nando isola o pênalti, aos 9 do 1º tempo
Nando isola o pênalti, aos 9 do 1º tempo Foto: Alênio Júnior/Especial para o Portal T5

2º tempo lento, mas animado no final

A etapa complementar foi bastante diferente da inicial. Campinense e Botafogo-PB começaram mais comedidos, tanto é que demorou 10 minutos para a primeira chance real de gol, quando Nando aproveitou cruzamento de Marcus Vinícius pela esquerda, ganhou de Jean na pequena área e finalizou para fora.

O decorrer do 2º tempo não teve tantas chances de gol assim, porém, acabou dominado mesmo pelo Belo, que passou o tempo todo rondando a área da Raposa e chegando a levar perigo em algumas ocasiões.

Já a o Campinense conseguiu ficar pouco com a bola, com dificuldades para chegar à meta defendida por Saulo nos primeiros 35 minutos.

Somente aos 37 aconteceu a primeira chegada perigosa dos mandantes, quando João Paulo arriscou de fora da área após bola rebatida e o arqueiro alvinegro fez a defesa.

Aos 40, a torcida do Botafogo-PB comemorou mais uma vez, no momento em que Marcos Aurélio lançou Dico em velocidade pelo meio. O atacante, que entrou no 2º tempo, nvadiu a grande área e chutou no canto direito da meta defendida por Wagner Coradin, que nada pôde fazer.

Dois minutos depois, quando a torcida do Campinense já deixava o Amigão, o lateral Neilson cobrou falta da entrada da área e diminuiu o placar, em bobeada de Saulo, que deixou a bola passar entre as mãos.

Ficha técnica:

Campeonato Paraibano 2019 – Final (ida)

Campinense 1 x 2 Botafogo-PB – Estádio Amigão, Campina Grande

Gols: Neilson - 42' 2º tempo (Campinense); Marcos Aurélio - 7' 1º tempo, e Dico - 40' 2º tempo (Botafogo-PB).

Arbitragem: Dewson Freitas, do Pará (Fifa)

Campinense

1 – Wagner Coradin 2 – Neilson 3 – Jean 4 – Richardson 5 – Cléber 6 – James (João Victor) 7 – Chaveirinho (Dênis) 8 – Romeu (Gabriel) 9 – Lucas Lopeu 10 – João Paulo 11 – Vitor Maranhão

Técnico: Francisco Diá


Botafogo-PB

1 – Saulo 14 – Israel 6 – Fábio Alves 3 – Lula 15 – Donato 17 – Wellington 8 – Marcus Vinícius (Dico) 10 – Marcos Aurélio 5 – Rogério 7 – Clayton (Adalgiso Pitbull) 9 – Nando (Paulo Renê)

Técnico: Evaristo Piza

Boletim Financeiro*

Público total: 4.918
Renda: 98.195,00

*Alterado às 10h08 para correção das informações financeiras

Foto: Alênio Júnior/Especial para o Portal T5