terça-feira, 10 de dezembro de 2019
Busca

Portal T5

Futebol

Bahia encerra sequência ruim e vence CSA, que pode ser rebaixado segunda

Com a vitória, o Bahia chega aos 48 pontos e encosta em Fortaleza e Goiás

Por Carlos Rocha

22h22 - Atualizado 01/12/2019 às 20h58
Créditos: Felipe Oliveira/Bahia

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - O Bahia venceu o CSA por 2 a 1 na noite deste domingo (01) em Alagoas. Gilberto e Arthur Caíke fizeram os gols da equipe de Roger Machado na partida, que venceu depois de viver um momento de turbulência e praticamente sacramentou o rebaixamento do CSA.

Com a vitória, o Bahia chega aos 48 pontos e encosta em Fortaleza e Goiás. A equipe baiana venceu a primeira depois de nove jogos de jejum. Já o CSA fica em situação ainda mais crítica e pode ser rebaixado já nessa rodada.

Generosidade de "Tia Boneca" em João Pessoa é destaque no programa da Eliana; reveja

Caso o Cruzeiro vença o Vasco, segunda (02), no Rio de Janeiro, a equipe alagoana não consegue mais sair da zona de rebaixamento.

Agora, o CSA viaja até Chapecó para enfrentar a já rebaixada Chapecoense no meio de semana. Já o Bahia recebe o Vasco na Fonte Nova com o objetivo de se garantir a classificação para a Sul-Americana.

O Bahia iniciou o jogo buscando o gol e jogando dentro do campo defensivo do CSA. Apesar das chances, o Bahia encontrou dificuldades para finalizar durante o primeiro tempo.

Motociclista fica gravemente ferido após sobrar em curva na Zona Sul de João Pessoa

O primeiro gol saiu após excelente poder de finalização do atacante Gilberto, que foi o jogador mais perigoso da equipe de Roger Machado na primeira etapa. Precisando vencer, o CSA esbarrou na turbulência que causou a saída repentina de Argel Fucks.

Treinando a equipe interinamente até o fim da temporada, Jacozinho montou um time muito combativo, mas com muitas dificuldades dentro de campo. Mesmo precisando vencer, o CSA iniciou o jogo explorando o contra-ataque principalmente com Apodi, que saiu antes do intervalo.

Homem é esfaqueado por amigo após desentendimento em bar, na PB

A equipe alagoana levou um gol ainda na primeira etapa e se viu obrigada a atacar. No segundo tempo e em vantagem do placar, o Bahia diminuiu o ritmo e deu mais a bola para o CSA.

A partir daí, a equipe alagoana foi mais perigosa e conseguiu o empate na bola parada. Com um a menos, o Bahia explorou a velocidade do seu ataque e funcionou: em um ótimo contra-ataque, o Bahia fez o segundo e matou a partida.

Emissora ignora acusação e se cala diante de suposto episódio de assédio em 'A Fazenda 11'

CSA Jordi; Dawhan, Alan Costa, Luciano Castán, Rafinha; João Vitor, Jean Cléber (Warley), Nilton; Apodi (Bustamante), Euller (Bruno Alves), Ricardo Bueno. Técnico: Jacozinho.

BAHIA Douglas Friedrich; João Pedro, Lucas Fonseca, Juninho, Moisés; Gregore, Flávio, Ronaldo; Artur, Élber, Gilberto. Técnico: Roger Machado.

FICHA TÉCNICA CSA 1 x 2 Bahia

Árbitro: Vinicius Furlan (SP)

Auxiliares: Luiz Alberto Andrini Nogueira (SP) e Evandro de Melo Lima (SP)

VAR: Adriano Milczvski (PR)

Cartões amarelos: Euller, Apodi, Alan Costa (CSA); Gilberto (Bahia)

Cartão vermelho: Ronaldo, do Bahia, aos 17 do segundo tempo.

Gol: Gilberto(BAH), aos 31 minutos do primeiro tempo; Nilton (CSA), aos 9 minutos do segundo tempo; e Arthur Caíke (BAH), aos 40 do segundo tempo.

Vencedora do BBB 4, perdeu prêmio de R$ 500 mil e hoje divide quitinete com três pessoas; veja

Leia Mais: Conheça Rose Miriam, companheira e mãe dos três filhos de Gugu Liberato

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado! 

Adicione nosso WhatsApp: (83) 9 9142-9330.