Paraíba, domingo, 25 de agosto de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Futebol

Justiça bane 5 dirigentes e 9 árbitros suspeitos de manipular resultados de jogos na PB

A decisão do afastamento aconteceu em uma sessão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, no Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (14)

Por Carlos Rocha

19h30 - Atualizado 14/11/2018 às 19h41
Foto: STJDF

O Superior Tribunal de Justiça desportiva do Rio de Janeiro baniu do futebol cinco dirigentes e nove árbitros acusados de envolvimento em um esquema de manipulação de resultados no campeonato Paraibano de Futebol

A decisão do afastamento aconteceu em uma sessão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva, nesta quarta-feira (14). Os envolvidos no caso de manipulação de resultados no futebol da Paraíba foram alvos da Operação Cartola. Dirigentes de clubes, da Federação Paraibana de Futebol (FPF), integrantes do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) local teriam manipulado resultados no último campeonato estadual.

Outras seis pessoas foram suspensas de suas atividades. Os dirigentes de Clubes e da Federação banidos e suspensos foram multados em pelo menos R$ 20 mil, pelo tribunal.

O então presidente da federação paraibana de futebol, Amadeu Rodrigues, que é considerado um dos líderes do esquema de manipulação de resultados, ainda vai ser julgado.

Veja a lista de árbitros paraibanos que não poderão mais apitar futebol profissional:

Adeilson Carmos Sales (árbitro da FPF)

Antônio Carlos Rocha (árbitro da FPF)

Antônio Umbelino (árbitro da FPF)

Éder Caxias (árbitro da CBF)

Francisco Santiago (árbitro da FPF)

João Bosco Sátiro (árbitro da CBF)

José Maria de Lucena Netto (auxiliar da CBF)

Tarcísio José (auxiliar da FPF)

Josiel Ferreira (auxiliar da FPF)