segunda-feira, 26 de outubro de 2020
Busca

Portal T5

Craque: Vinicius celebra título com 'gosto especial' na Copa do Nordeste

Decisivo nos confrontos eliminatórios, meia foi o grande maestro do Vozão durante a competição e acabou premiado individualmente no fim do torneio

Por Redação Portal T5

11h00 - Atualizado 05/08/2020 às 11h00
Créditos: Lucas Figueiredo/CBF

Eleito o craque da Copa do Nordeste, o meia Vinicius era só felicidade após o apito final em Pituaçu. Com a vitória por 1 a 0 do Ceará sobre o Bahia, o Alvinegro conquistou o título de forma invicta, coroando o início de sua trajetória no clube. Além disso, "Vina" admitiu que a conquista teve um sabor especial.

Vinicius não estava no elenco campeão do Nordeste pelo Bahia em 2017, mas estava no vice-campeonato para o Sampaio Corrêa em 2018. Assim, o gosto do primeiro título veio misturado com o do reencontro com um clube que o marcou muito.

"Esse sentimento é especial, ganhar título é sempre bom. Em 2017, eu cheguei um pouquinho depois que o Bahia foi campeão. Em 2018, bateu na trave e a gente foi vice contra o Sampaio Corrêa. E esse ano teve o Ceará e eu fui feliz de ganhar esse título que é muito importante para a nossa carreira. Onde eu costumo chegar, chego na intenção de fazer história e história se faz com título", destacou o meia.

Com o bicampeonato, o Ceará se tornou o primeiro time do estado a vencer dois títulos da Copa do Nordeste. Ciente da importância que isso tem para a história do clube, Vinicius aproveitou para responder aos que desacreditaram do Vozão nas análises antes da competição.

"É importantíssimo para o clube. São jogadores que ficaram do ano passado, jogadores comprometidos com o clube, que sabem que esse bicampeonato do Ceará é importantíssimo pra nós. Até porque todos diziam que Fortaleza e Bahia seriam campeões e a gente pode ganhar desses dois, então isso fortalece ainda mais o nosso grupo", alfinetou, antes de se derreter pelos torcedores nordestinos. "O Nordeste é diferente, a atmosfera, o torcedor, eu fui muito feliz aqui no Bahia e hoje eu estou sendo muito feliz no Ceará. Teve a rivalidade, não deixa de ser um clássico também, equipes de Série A. É sempre um jogo importantíssimo, temos que valorizar esse titulo".

CBF