Paraíba, quarta-feira, 26 de junho de 2019
30° C
Busca

Esportes

Esportes

Ex-presidente do Flamengo e outras sete pessoas são indiciadas por mortes em incêndio no CT

Por Redação Portal T5

15h03 - Atualizado 11/06/2019 às 15h18
Fachada do Centro de Treinamento Ninho do Urubu
Fachada do Centro de Treinamento Ninho do Urubu Foto: Reprodução / Internet

O ex-presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, e outras sete pessoas foram indiciadas pela Polícia Civil do Rio de Janeiro pelas dez mortes de jovens atletas em consequência de um incêndio no Centro de Treinamento Ninho do Urubu.

Operação do MP interdita bares e prende gerentes na orla de João Pessoa

As informações iniciais são da TV Globo. Eduardo disse, inclusive, que não iria se manifestar porque não recebeu nenhuma notificação.

O indiciamento aconteceu de forma dolosa, quando se assume o risco de matar. Além do ex-presidente, o monitor Marcos Vinicius; os engenheiros do clube Marcelo Sá e Felipe Ponde; os engenheiros da NHJ Danilo Duarte, Weslley Giménes, Fábio Hilário; e o técnico em refrigeração Edson Colman.

As vítimas fatais tinham entre 14 e 16 anos.

Leia mais: Bolsonaro exonera equipe de combate à tortura; órgão vai recorrer

Homem obriga mãe a dar dinheiro para comprar drogas e a ameaça de morte

Novo golpe pelo WhatsApp promete entrega de kits com perfumes ‘O Boticário’

Governadores buscam "consenso mínimo" para reforma da Previdência

Piloto morre após helicóptero se chocar com topo de prédio em Nova York

Com Bahia representando o Nordeste, confira os confrontos das quartas de final da Copa do Brasil

Botafogo-PB vence Globo-RN por 3X1

Confira o momento em que a execução do hino nacional foi interrompida por toque de celular no Brasileirão

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado!