Paraíba, sexta-feira, 19 de abril de 2019
30° C
Busca

Esportes

Esportes

Anderson Silva volta ao UFC após 2 anos, mas perde para nigeriano na Austrália

Outros três brasileiros também subiram no octógono durante a noite de confrontos

Por Redação Portal T5

08h42
Silva perdeu por pontos para o nigeriano Adesanya
Silva perdeu por pontos para o nigeriano Adesanya Foto: Quinn Rooney/Getty Images

O maior e mais conhecido lutador de MMA brasileiro está de volta aos octógonos. Na madrugada deste domingo (10), Anderson Silva retornou ao UFC após dois anos afastado, mas acabou perdendo para um adversário 14 anos mais novo na luta principal da noite em Melbourne, na Austrália.

O nigeriano de 29 anos Israel Adesanya é considerado um “clone” do Spider, já que ambos têm o mesmo estilo de luta. Com uma sequência de 15 vitórias consecutivas no Ultimate, o africano conseguiu uma boa variação de golpes e saiu campeão em cima de seu ídolo - segundo ele mesmo -, derrotando-o por pontos em decisão unânime dos juízes.

Apesar da derrota e dos 43 anos, Anderson demonstrou um bom preparo e agilidade nos golpes, também arriscando em determinados momentos o que virou sua marca registrada: a guarda baixa. Ainda assim, o paranaense não foi páreo para Adesanya, que ficou com o cinturão dos pesos médios na edição 234 do UFC.

Outros três brasileiros também subiram no octógono durante a noite de confrontos, porém, nenhum foi bem sucedido. No card principal, Marcos Mariano foi finalizado pelo americano Lando Vannata pelo peso-leve. Já Rani Yahya acabou derrotado por pontos para o americano Ricky Simon na categoria de peso-galo. Dentro do card preliminar, Raulian Paiva acabou perdendo para o neo-zelandês Kai Kara-France por decisão dividida, em sua estreia no torneio.

Leia também:

Bolsonaro anuncia ampliação da validade da CNH e fim das aulas com simuladores

Corpo de goleiro morto em tragédia no CT do Flamengo é sepultado neste domingo (10)