Paraíba, terça-feira, 16 de outubro de 2018
31° C
Busca

Esportes

Esportes

Modric quebra dinastia Messi-CR7 e é eleito melhor jogador do mundo; Marta vence pela 6ª vez

O croata foi campeão da Liga dos Campeões pelo Real Madrid e vice da Copa do Mundo com a Croácia, sendo eleito o melhor jogador do Mundial.

Por Vitor Feitosa

17h47
Luka Modric foi eleito o Bola de Ouro da Fifa pela primeira vez
Luka Modric foi eleito o Bola de Ouro da Fifa pela primeira vez Foto: Divulgação/Fifa

Desde 2008, o prêmio de Melhor Jogador do Mundo da Fifa ficou sempre entre os super craques Lionel Messi e Cristiano Ronaldo. Porém, essa “dinastia” teve um fim nesta segunda-feira (24), quando a entidade elegeu o croata Luka Modric como o melhor de todos na temporada 2017-2018.

Na cerimônia que aconteceu em Londres, o meia do Real Madrid estava concorrendo com o ex-companheiro de time, Cristiano Ronaldo, detentor de cinco Bolas de Ouro da Fifa, e o egípcio Mohamed Salah, eleito melhor jogador do Campeonato Inglês na temporada passada.

Pode-se dizer que 2018 foi o melhor ano da carreira de Modric. Além de ter vencido a Liga dos Campeões da Europa pela terceira vez seguida pelo clube espanhol, sendo um dos destaques da equipe, ele ainda chegou à final da Copa do Mundo com a Croácia, ficando ainda com o prêmio de melhor jogador da competição.

“Obrigado aos meus fãs do mundo inteiro pelo apoio. Fico feliz pelo apoio que me deram desde sempre. Gostaria de agradecer aqueles que votaram por mim. Gostaria de mencionar o meu ídolo do futebol, capitão da Croácia na Copa de 1998, em nossa primeira participação, quando ganharmos o terceiro lugar. Aquele time mostrou que poderíamos conquistar coisas grandes e, por sorte... Tivemos a sorte de ser a mesma coisa para as próxima gerações. E mostramos que o sonho pode ser realidade”, disse o croata em seu discurso.

Marta foi eleita pela 6ª vez a melhor jogadora do mundo da Fifa
Marta foi eleita pela 6ª vez a melhor jogadora do mundo da Fifa Foto: Divulgação/Fifa

Marta garante prêmio pela sexta vez

A noite ainda teve espaço para o “hexa” de Marta. A brasileira foi eleita pela sexta vez a melhor jogadora do mundo da Fifa, se tornando, entre homens e mulheres, a atleta com o maior número de prêmios da categoria na história.

Na última temporada, Marta levou o Orlando Pride aos playoffs da NWSL, liga norte-americana de futebol feminino, ficando na vice-artilharia do torneio, com 13 gols, e sendo líder em número de assistências, com 9.

“Eu realmente estou sem palavras, pois é um momento fantástico. As pessoas falam: você já foi tantas vezes e se emociona sempre. Sim, faço isso porque representa muito para mim”, disse a brasileira.

Confira outros prêmios da noite:

Prêmio Puskas (gol mais bonito) – Mohamed Salah (pelo Liverpool contra o Everton, em dezembro de 2017, na Premier League)

Melhor Técnico - Didier Deschamps (Seleção Francesa)

Melhor Goleiro – Thibaut Courtois (Bélgica, recentemente contratado do Chelsea pelo Real Madrid)

Melhor Técnico Feminino – Reynald Pedros (Lyon-FRA)

Seleção do Mundo – David De Gea; Daniel Alves, Sérgio Ramos, Raphael Varane, Marcelo; Luka Modric, N’golo Kanté, Lionel Messi, Kylian Mbappé, Eden Hazard e Cristiano Ronaldo.

Leia também:

Quer começar a praticar corrida de rua? Confira algumas dicas antes de dar os primeiros trotes

Wesley Safadão conhece a paraibana Mikaely, a ‘estrelinha do forró', neste domingo (23), no Programa Eliana