Paraíba, quarta-feira, 19 de dezembro de 2018
23° C
Busca

Esportes

Esportes

Treze busca resultado histórico sobre o Ferroviário para ficar com taça da Série D

A partida que vai marcar a grande final da competição está prevista para às 18h30 deste sábado (4), no Estádio Amigão, em Campina Grande.

Por Vitor Feitosa

08h00 - Atualizado 04/08/2018 às 08h27
No duelo de ida, o Treze saiu derrotado de Fortaleza por 3 a 0
No duelo de ida, o Treze saiu derrotado de Fortaleza por 3 a 0 Foto: Ramon Smith/Ascom Treze

Chegou o dia da grande decisão. Neste sábado (4), Treze e Ferroviário entram em campo pela última partida da Série D do Campeonato Brasileiro de 2018, e vão decidir quem fica com a taça de campeão. Para deixar o troféu em Campina Grande, o Galo precisa de um resultado histórico, já que foi derrotado por 3 a 0 no primeiro jogo, que aconteceu na Arena Castelão, em Fortaleza, na última segunda-feira (30).

O duelo está marcado para às 18h30, no Estádio Amigão. A única chance para os alvinegros de ter algum sucesso passa por marcar ao menos três gols, e mesmo assim o confronto ainda seria decidido nos pênaltis. Porém, um jogo em especial ainda alimenta a esperança do torcedor trezeano, e ele aconteceu há mais de 13 anos.

Na campanha histórica da Copa do Brasil de 2005, quando o Galo chegou até às quartas de final eliminando fortes equipes do futebol brasileiro, a primeira fase da competição é a mais lembrada pela torcida. Logo na estreia, contra o Ulbra, no Rio Grande do Sul, o clube paraibano, por coincidência, também sofreu um revés de 3 a 0.

Só que no jogo da volta, em Campina Grande, o Treze foi quem “cantou de galo” e aplicou uma sonora goleada de 5 a 0 nos gaúchos, passando para a fase seguinte. Os alvinegros ainda deixariam para trás São Caetano e Coritiba, antes de serem eliminados pelo Fluminense nos pênaltis.

Retrospecto na Série D

Durante a fase de grupos da Série D, tanto Treze quanto Ferroviário se classificaram na primeira posição de seus grupos, e ambos sem nenhuma derrota. A campanha do Galo foi ainda melhor do que a do Ferrão, com quatro vitórias e dois empates – enquanto os cearenses empataram três e venceram outras três vezes.

Na fase seguinte, o Tubarão passou pelo Cordino, do Maranhão, com um empate fora de casa por 3 a 3 e uma vitória simples em Fortaleza, por 1 a 0. O alvinegro paraibano, por sua vez, foi realmente testado pela primeira oportunidade. Com dois empates contra o URT, de Minas Gerais, o confronto foi decidido de forma emocionante nos pênaltis.

As oitavas de final foram, de certa forma, apertadas para os dois finalistas. Após empatar com o Altos-PI em casa, o Ferroviário tratou de despachar os piauienses fora de seus domínios, aplicando um 4 a 2. Para o Treze, o confronto parecia ser tranquilo, ao vencer o Iporá-GO por 2 a 0 no Amigão. Quando foi jogar em Goiás, o Galo sofreu um pouco mais e passou apertado, ao perder por 2 a 1.

Nas quartas de final, a glória para ambos. O Treze venceu o Caxias-RS duas vezes e conquistou o principal objetivo da temporada: o acesso à Série B. Já para o Ferroviário, a coisa foi mais complicada, com o Campinense como adversário, exatamente o maior rival dos alvinegros. Após empatarem no placar agregado, o confronto foi para os pênaltis, onde o Ferrão acabou levando a melhor e também garantindo um lugar na Série B de 2019.

As semifinais registraram mais um momento emocionante, com o Galo de Campina Grande passando pelo Imperatriz-MA apenas nos pênaltis. O Ferroviário também passou no sufoco contra o São José-RS, mas sem precisar das penalidades.

Agora, na grande final, paraibanos e cearenses se enfrentam para decidir quem leva a taça de campeão da Série D. Seja lá quem for o vencedor, levará pela primeira vez um título nacional para casa, deixando, ainda por cima, o troféu pela região Nordeste.

Campeonato Brasileiro da Série D – Grande Final

Treze x Ferroviário – 18h30 – Estádio Amigão, Campina Grande (PB)