segunda-feira, 26 de outubro de 2020
Busca

Portal T5

Economia

Caixa paga Saque Emergencial do FGTS a partir deste sábado (17)

Benefício será pago para nascidos em julho e agosto

Por Redação Portal T5

09h00 - Atualizado 17/10/2020 às 09h05
Foto: Ana Nascimento/Divulgação/CEF

A partir deste sábado (17), os trabalhadores nascidos em julho e agosto poderão sacar em espécie ou transferir valores do Saque Emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Serão aproximadamente 10,2 milhões de trabalhadores, que poderão movimentar R$ 6,4 bilhões em valores nesta etapa. Veja o calendário no fim da matéria 

Os trabalhadores poderão realizar o saque em espécie nas 772 agências do banco abertas neste sábado, além das unidades lotéricas e correspondentes Caixa Aqui. A relação de agências que estarão abertas pode ser conferida no site do banco.

Os beneficiários que ainda têm recursos na Poupança Social Digital e não desejam utilizá-los para compras e pagamentos virtuais podem retirar o valor em dinheiro ou efetuar transferências para outros bancos. Continua disponível a opção de utilização dos valores creditados na conta digital para a realização de compras por meio do cartão de débito virtual e QR Code, pagamento de boletos, contas de água, luz, telefone, entre outros serviços. Importante destacar que após o início do calendário de saque, a opção permanece válida até o fim do saldo da conta.

Para realizar o saque, é preciso fazer o login no aplicativo, selecionar a opção “saque sem cartão” e “gerar código de saque”.  Em seguida, o trabalhador deve inserir a senha para visualizar o código de saque na tela do celular, que tem validade de uma hora. O código deve ser utilizado nos caixas eletrônicos da Caixa , nas unidades lotéricas ou nos correspondentes Caixa Aqui. A transferência dos valores pode ser feita diretamente pelo aplicativo Caixa  Tem para outras instituições financeiras, sem custos.

De acordo com a Medida Provisória 946/20, o Saque Emergencial do FGTS tem como objetivo o enfrentamento do estado de calamidade pública reconhecido pelo Governo Federal em razão da pandemia do novo Coronavírus e movimentará durante todo calendário cerca de R$ 37,8 bilhões para aproximadamente 60 milhões de trabalhadores. O valor do saque é de até R$ 1.045, considerando a soma dos saldos de todas contas ativas ou inativas com saldo no FGTS.

Foto: Divulgação/CEF