Paraíba, sexta-feira, 18 de outubro de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Economia

Em cada dez brasileiros, sete não conseguiram poupar dinheiro em agosto, revela pesquisa

O levantamento ainda mostra que a maior parte dos poupadores busca proteger-se contra imprevistos como doenças, morte de entes ou mesmo o desemprego.

Por Redação Portal T5

08h39

Dados apurados pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) revelam que 67% dos consumidores brasileiros não conseguiram guardar nenhuma parte de seus rendimentos no último mês de agosto - o percentual é ainda maior considerando as pessoas das classes C, D e E (71%).

+ Par romântico de Meghan Markle em "Suits" compartilha fotos informais da Duquesa de Sussex

+ IBGE lança edital para 2,6 mil vagas com salários de até R$ 3,1 mil

Já entre as pessoas de renda mais alta (classes A e B), o percentual de não-poupadores é de 54%, um dado expressivo e que revela que o hábito de poupança não é frequente mesmo entre pessoas que recebem um salário maior. Em agosto passado, apenas 22% dos entrevistados foram capazes de poupar ao menos parte do salário, sendo que cada poupador guardou em média, R$ 546,61.

+ Homem morre após se engasgar com pedaço de fígado cru

+ Ônibus cai em ribanceira após colidir com animal na BR-230, na Paraíba

O baixo número de poupadores tem se mantido estável ao longo da série histórica, sendo que em agosto de 2018 girava em torno de 16%. Entre os brasileiros que não pouparam nenhum centavo, 40% justificam possuir uma renda muito baixa, o que inviabiliza ter sobras no fim do mês. Outros 18% foram surpreendidos por algum imprevisto financeiro, 15% fizeram gastos extras atípicos com reformas, tratamentos médicos e compras, por exemplo e 13% reconhecem ter perdido o controle sobre os próprios gastos.

+ Do chazinho ao churrasco: o cardápio dos senadores da PB bancado pelo contribuinte 

+ Homem fica com braço preso em moedor de carne em supermercado de JP

61% dos poupadores guardam dinheiro para lidar com imprevistos e 42% tiveram de sacar ao menos parte do dinheiro em agosto

O levantamento ainda mostra que a maior parte dos poupadores busca proteger-se contra imprevistos como doenças, morte de entes ou mesmo o desemprego (61%). Há também 42% que poupam pensando em garantir um futuro melhor para a família, 16% que poupam com o intuito de comprar a casa própria e 14% que citam a intenção de abrir um negócio. A reserva financeira com foco na aposentadoria foi citada apenas por 16% dos entrevistados.

Leia Também:

+ Policial aposentado é atropelado quando atravessava faixa de pedestre, em JP

+ Ágatha mandava vídeos para tias que moram na PB, diz pai emocionado; assista

+ Anitta promete looks sensuais no Rock in Rio

+ Motorista de aplicativo é raptado, agredido e amarrado a poste