Paraíba, terça-feira, 25 de junho de 2019
30° C
Busca

Portal T5

Economia

Cesta básica fica mais cara em 18 capitais brasileiras

As capitais em que a cesta ficou mais cara foram Campo Grande (15,5%) e Brasília (14,8%), enquanto as variações mais leves ocorreram em Recife (2,5%) e Natal (3%).

Por Redação Portal T5

09h29

 Entre dezembro de 2017 e o mesmo mês do ano passado, o valor do produto cresceu em todas as capitais analisadas em um novo levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

As capitais em que a cesta ficou mais cara foram Campo Grande (15,5%) e Brasília (14,8%), enquanto as variações mais leves ocorreram em Recife (2,5%) e Natal (3%).

Com a alta no preço da cesta, o valor do salário mínimo  — definido como o montante necessário para suprir todas as despesas de um trabalhador — deveria ter sido de R$ 3.960,57 em dezembro de 2018, segundo estimativa do Dieese.

Leia Mais:

+ Beth Carvalho é internada às pressas em hospital no Rio

+ Agências devem oferecer pacote gratuito de serviços bancários

+ Máscaras de Fábio Assunção já são vendidas no comércio para o carnaval