Paraíba, domingo, 19 de agosto de 2018
19° C
Busca

Portal T5

Economia

Governo recua e, em 2019, salário mínimo não chega a R$ 1 mil; saiba novo valor

O novo valor foi instituído pela Comissão Mista do Orçamento (CMO), que é formado por deputados e senadores.

Por Cristiano Sacramento

14h14 - Atualizado 06/06/2018 às 14h15
O reajuste acontece com base na inflação do ano anterior e leva em conta o INPC
O reajuste acontece com base na inflação do ano anterior e leva em conta o INPC Imagem: Reprodução / Internet

O governo federal anunciou que em 2019, a projeção do salário mínimo será reduzida de R$ 1.002 para R$ 998. A primeira proposta foi anunciada em abril de 2018, mas, de acordo com o relatório construído pela Comissão Mista do Orçamento (CMO), foi reduzida. A CMO é composta por deputados e senadores. Atualmente, salário mínimo está na casa dos R$ 954.

Pesquisa aponta que 93,5 milhões de pessoas devem presentear no Dia dos Namorados

A comissão atestou que a redução foi provocada por uma menor projeção da inflação para este ano. No ano de abril, a previsão do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) era de 3,8%. Após ser revisada, ela caiu para 3,3% afetando diretamente o cálculo do salário mínimo.

Como é feita a base para o salário mínimo

O reajuste acontece com base na inflação do ano anterior e leva em conta o INPC. Em 2019, o que vale é o índice de 2018. O aumento do Produto Interno Bruto (PIB) também é levado em consideração. Para o PIB, o percentual válido é de dois anos antes, ou seja, em 2019 vale o de 2017.

Leia mais: Empresa promete ressarcir vendedores ambulantes que perderam seus produtos em acidente

+ "Condutor do ônibus não tem culpa do acidente", diz Sindicato dos Motoristas da PB