quarta-feira, 23 de setembro de 2020
Busca

Televisão

Televisão

Ministério Público denuncia repórter da Record por importunação sexual

Gerson está afastado da TV desde maio do ano passado

Por Redação Portal T5

09h10

O repórter da Record, Gerson de Souza, foi denunciado pelo Ministério Público de São Paulo pelo crime de importunação sexual contra quatro jornalistas da emissora. A ação foi protocolada na segunda-feira (03) e caso ele seja condenado, pode cumprir pena de até cinco anos de prisão.

+ Ao vivo, Guga Chacra chora ao falar de explosão no Líbano: “Catastrófico”

Todas as mulheres que fizeram as denúncias integravam, na época dos assédios, o programa ‘Domingo Espetacular’, o mesmo que o repórter participava. Elas alegam que Gerson Souza realizava toques físicos, palavras de conotação sexual e até chegou a dar um beijo na boca de uma produtora.

+ Veja novas fotos da tatuagem do padre Fábio de Melo

Nove testemunhas confirmaram os depoimentos, mas o repórter nega as acusações e desde o mês de maio do ano passado, está afastado de suas atividades. De acordo com o site Notícias da TV, ele continua recebendo seu salário e a emissora afirma aguardar o desfecho do caso para tomar alguma decisão.