Paraíba, domingo, 16 de junho de 2019
30° C
Busca

Diversão

Televisão

Mulher que acusa Neymar de estupro dá detalhes do caso em entrevista exclusiva a Roberto Cabrini

"Fui vítima de estupro", revelou a jovem de 26 anos

Por Redação Portal T5

21h22 - Atualizado 05/06/2019 às 21h53
Foto: Reprodução / SBT

Em entrevista exclusiva ao Jornal SBT Brasil, a modelo Najila Trindade, 26 anos, falou pela primeira vez sobre a acusação de estupro contra o jogador Neymar.

Segundo ela, o jogador de futebol, além de violá-la sexualmente, a agrediu durante encontro em um hotel em Paris, na França. Ao jornalista Roberto Cabrini, ela conta que deixou claro que não queria ter relações sexuais com o Neymar sem o uso de preservativo.

Ela revelou na entrevista que permitiu que o astro brasileiro pagasse sua passagem e estadia durante a permanência na cidade. “Conversei com ele como uma pessoa comum, era intuito sexual, era um desejo meu (encontrar Neymar). Ele perguntou quando eu poderia ir, e eu disse que, por questões financeiras e de trabalho, não poderia”, ressaltou. 

Conforme o relato de Najila, o jogador se ofereceu para pagar as despesas dela. No encontro, Neymar a teria agredido e mesmo ela pedindo que ele parasse, ele teria insistido.

"Fui vítima de estupro", afirmou. “Ele estava agressivo, totalmente diferente do cara que conheci nas mensagens. Como eu tinha muita vontade de ficar com ele, pensei em manejar, após beijos e carícias. Como não tinha camisinha, não quis concluir. E foi quando ele me despiu. Daí começou a me bater. Quando machucou, eu falei: ‘Para, está doendo’. Ele disse: ‘Desculpa, linda’. Disse que não ia acontecer nada por falta de preservativo. Ele me virou, cometeu o ato, ele me bateu. Eu falei: ‘Para, não’. Eu falei. Ele não se comunicava. Só agia”, disse.

Najila afirma que só assimilou a violência quando Neymar deixou o hotel. “Quando eu me levantei e fui para o banheiro, eu não acreditei. Não consegui falar nada. Fiquei em estado de choque. Ele levantou, foi para o banheiro. Quando ele entrou por uma porta, eu saí por outra. Ele foi embora e eu entendi o que tinha acontecido, então eu quis fazer justiça. Quero que ele pague pelo que fez”, afirmou.

Durante a entrevista, ela negou que tenha tentado extorquir o jogador. “Não houve tentativa de extorsão como o pai dele diz. Eu tenho uma dívida de R$ 4 mil na escola onde estudo, mas não queria dinheiro. Eu não iria me expor dessa forma para arrancar dinheiro do Neymar. Desculpa, eu não preciso disso”, pontuou.

Veja também:

Neymar é acusado de estupro; veja o Boletim de Ocorrência

Neymar se defende de acusação de estupro; veja o vídeo

Polícia vai investigar Neymar por expor imagens íntimas de mulher que o acusa de estupro

Ex-marido da mulher que acusou Neymar de estupro revela que o filho não está indo à escola

Neymar desabafa nas redes sociais após acusação de estupro