Paraíba, domingo, 19 de maio de 2019
30° C
Busca

Diversão

Televisão

Danilo Gentili reage à música de paraibano com 'tiros' e piada divide opiniões

Ele ironizou a canção de Geraldo Vandré "Pra não dizer que não falei das flores", que se tornou símbolo de resistência ao regime militar

Por Carlos Rocha

01h50

Uma das piadas do humorista e apresentador Danilo Gentili voltou a causar polêmica na madrugada desta terça-feira (14). Ele ironizou a canção do paraibano Geraldo Vandré "Pra não dizer que não falei das flores", que se tornou símbolo de resistência ao Regime Militar.

Logo no início do programa, Danilo, como de costume, fez o seu monólogo, um breve show de stand-up de piadas. O humorista finalizou sua apresentação falando sobre o Decreto de Regulamentação de Porte de Armas, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Com uma arma de brinquedo nas mãos, o apresentador do 'The Noite' disse para sua assistente de palco: "Olha Juliana, apresentador de talk show também vai ter porte de armas". A assistente mostrou uma espingarda e logo respondeu: "Produtora de programa de TV também!".

Logo após a piada, o apresentador virou-se para a banda e perguntou para Róger, líder do 'Ultraje a Rigor', se ele também teria porte de armas. Ele respondeu: "A minha arma é a música", e logo em seguida começou a cantar a composição do paraibano. Enquanto tocavam, o apresentador e sua assistente simularam disparos de arma de fogo contra a banda, que cessou a música.

A encenação repercutiu na internet. Alguns internautas apontaram como uma piada "desnecessária" e até mesmo "pesada". Apesar das críticas, alguns usuários usaram as redes sociais para manifestar apoio a Gentili.