sábado, 07 de dezembro de 2019
Busca

Televisão

Televisão

Maisa encontra menino que escolheu balão rosa no 'Bom Dia & Cia' e pede desculpas: "Rosa, João?"

"Desculpo sim, aliás você descobriu que eu era gay antes de mim mesmo", disse o rapaz

Por Carlos Rocha

15h57 - Atualizado 09/10/2019 às 16h04
Foto: Reprodução/ Twitter

A apresentadora Maisa Silva usou o Twitter nessa segunda-feira (7) para relembrar um dos momentos mais marcantes de sua carreira. O episódio ocorreu logo que a artista estreou no comando do programa 'Bom Dia & Cia', do SBT.

Na ocasião, ela teve cometeu uma pequena gafe ao conversar com outra criança, o João, pelo telefone, durante uma brincadeira. E não é que, depois de 10 anos, o João apareceu e enviou uma mensagem para a apresentadora via Twitter?

No programa infantil, Maisa foi irônica no momento em que João Pedro escolheu uma bexiga rosa para brincar e concorrer a prêmios. De forma bem direta, a pequena questionou a cor do balão: “Que bexiga você escolhe: azul, amarela ou rosa?”, questionou. “Rosa”, respondeu o menino.

“Rosa, João? Nossa, João, é rosa mesmo João. João é a rosa ou a verde?”, questionou mais uma vez modulando a voz. Diante da confirmação, ela respondeu: “Tá bom querido, vai lá”.

O episódio ocorreu em 2009 e virou meme nas redes sociais, sendo lembrado anos depois. Nessa segunda, Maisa falou sobre a interação com João Pedro ao compartilhar um vídeo do momento.

"KKKKKKKKKLK MANO PQ EU ERA ASSIM???????? tadinho do Joao, espero q ele me perdoe”, escreveu no Twitter. E não demorou muito para que o rapaz aparecesse.

Um jovem que se identifica como João Goulart respondeu ao tuíte da apresentadora e disse ter criado a conta na rede social com tal objetivo. Segundo dele, amigos pediram para que ele falasse com Maisa.

“Criei esse twitter só para te responder pq meus amigos me pediram sim desculpo aliás vc descobriu que eu era gay antes de mim mesmo”, disse.

Nos comentários, internautas elogiam o fato de Maisa pedir desculpas e alguns frisam que o pensamento daquela época para os dias atuais mudou.

“Agora entendemos que cor não tem gênero, meninos e meninas podem usar e brincar com as cores que quiserem”, ponderou uma internauta.