Paraíba, quinta-feira, 17 de janeiro de 2019
30° C
Busca

Diversão

Televisão

BBB-19: Gabriela foi adotada ainda bebê e tem banda só de mulheres

Ao entrar na casa do BBB, a sister quer pisar na grama após dias confinada em um quarto de hotel no Rio

Por Carlos Rocha

20h00
Foto: Divulgação/Gabriella Dias/Gshow

A sétima competidora do Big Brother Brasil 19 a ser apresentada nesta quarta-feira (9) é a Gabriela, 32, moradora de Ribeirão Preto, no interior paulista. Artista plástica e produtora audiovisual por formação, ela trabalha como designer gráfica e nas horas vagas dá oficinas de artes para crianças.

Nascida na cidade de São Paulo, Gabriela contou em sua apresentação na Globo que foi adotada ainda bebê e que considera a mãe sua melhor amiga. Aos 21 anos, Gabriela quis conhecer os pais biológicos, mas o pai já era falecido. Ela, no entanto, diz acreditar ter herdado o DNA artístico, já que ele era sambista.

"Era minha avó (biológica) que cuidava e sustentava essa família com muitos netos. Minha mãe adotiva a conhecia e já havia perdido uma filha. Quando eu nasci, decidiu me adotar. Eu nasci numa sala e ela me pegou na outra", contou ela ao Gshow.

Gabrila faz parte de uma banda só de mulheres, o Srta. Zirma, onde toca percussão e canta. Ela também arranha no violão e até personalizou um instrumento musical que decora sua casa. Segundo o Gshow, o lar da sister "respira música", com berimbau, violão e instrumentos como darbuka e tambor.

Ao entrar na casa do BBB, Gabriela quer pisar na grama após dias confinada em um quarto de hotel no Rio. Já o prêmio ela espera ganhar para dar estabilidade à família: "Deixar a minha mãe descansar, pagar dívidas, porque tem uns boletos aí, e depois ver o que fazer".

Ela, que se diz animada e divertida, ainda não pensa em estratégias para o jogo, mas afirmou em entrevista à ex-BBB Ana Clara que deve iniciar o jogo sozinha, "sentindo, conhecendo as pessoas". Ela ainda acredita que após meses de confinamento sentirá falta de um banho descente.

A Globo começou a divulgar nesta quarta a lista de participantes da 19ª edição do reality show, depois de muito mistério e pistas verdadeiras ou não dadas por Boninho, diretor do programa, pelas redes sociais.

O programa estreia dia 15 de janeiro e vai ao ar de segunda a sábado, após 'O Sétimo Guardião' e aos domingos, após o Fantástico.

O número de participantes ainda não foi revelado, mas o comando do programa continua com Tiago Leifert, pelo terceiro ano consecutivo. Ele substituiu Pedro Bial, que assumiu o programa de entrevistas Conversa com Bial.

Três "ex-sisters" vão atuar como repórteres do programa: Ana Clara (BBB 18), Vivian Amorim (BBB 17) e Fernanda Keulla (BBB 13). A Globo fará ainda edições especiais nas redes sociais para a cobertura do programa.

O Boletim BBB será de segunda, quarta e sexta, às 13h nas redes sociais do programa, com spoilers e conversa com os eliminados. O Bate-Papo BBB acontecerá às terças e trará o participante eliminado com suas primeiras impressões depois de sair da casa.

O reality promete ter "brothers" de diversas regiões brasileiras em busca do prêmio de R$ 1,5 milhão. Para esta edição, as seletivas foram realizadas em 12 cidades e passaram, pela primeira vez, nas capitais Rio Branco (AC) e São Luís (MA).

A última edição, no ano passado, teve como vencedora a acriana Gleici, a primeira representante do estado entre os vencedores. Desde Kléber de Paula, conhecido como Bam Bam, o programa premiou seis participantes naturais do estado de São Paulo, dois do estado de Goiás, dois do estado do Rio Grande do Sul, dois do Rio de Janeiro, dois da Bahia, um do Mato Grosso do Sul, um de Minas Gerais, um do Paraná e um do Acre - Gleici.

Dentre os 271 participantes ao longo das 18 edições passadas, o BBB reuniu pessoas de 23 estados brasileiros - os estados do Amapá, Maranhão, Sergipe e Tocantins nunca foram representados por um participante. Entre eles, alguns saíram como mocinhos e outros, como vilões. Com informações da Folhapress.