quarta-feira, 03 de junho de 2020
Busca

Gente famosa

Gente famosa

Abner Pinheiro será investigado pelo MP por suspeita de estelionato e falsidade ideológica; veja

O influenciador digital fez o pedido do auxílio emergencial, foi aprovado e compartilhou a informação com seguidores nas redes sociais

Por Carlos Rocha

17h21

É alvo de um inquérito do Ministério Público o influenciador digital Abner Pinheiro. Conforme reportagem veiculada no programa Primeiro Impacto, do SBT, na manhã desta sexta-feira (22), a investigação deve apurar em que circunstâncias o jovem solicitou o auxílio emergencial do Governo Federal, destinado à família que estão sofrendo os impactos da pandemia.

Restaurante que foi palco do "meme do freezer" no programa de Jacquin é colocado à venda

Segundo a reportagem, o MP deve investigar se a atitude de Abner pode ser considerada estelionato e falsidade ideológica. O jovem afirmou que vai usar a quantia para comprar cestas básicas e distribuir em uma comunidade carente.

O caso

O influenciador digital Abner Pinheiro usou a ferramenta stories do seu perfil no Instagram, na noite desta segunda-feira (18), para comemorar a aprovação no auxílio emergencial, que até então estava em análise. Ele gravou um vídeo dizendo que foi conferir ir e que estava aprovado.

Blogueiras reativam comentários e são detonadas após polêmica com Neymar; veja

Não demorou para que muitos internautas comentassem o assunto. Alguns escreveram que o influenciador, que tem 2,8 milhões de seguidores, nem deveria ter pedido o auxílio e que esse valor vai fazer falta para uma família que realmente precisa.

Após comemorar a aprovação , o influenciador disse, no mesmo vídeo, que vai usar o dinheiro para comprar cestas básicas e distribuir em seu bairro, para famílias carentes, como forma de integrar uma ação que já havia realizado.

Leia também: Maisa comemora aniversário de 18 anos com 'palavrões' e gera memes no Twitter; veja

Siga o Instagram Facebook do Portal T5 e fique bem informado! 

Adicione o WhatsApp do Portal T5: (83) 9 9142-9330.