Paraíba, sábado, 24 de agosto de 2019
30° C
Busca

Gente famosa

Gente famosa

Antônia Fontenelle comemora e chora depois de vencer ação judicial contra filhas de Marcos Paulo

Ela se relacionou com o ator e diretor Marcos Paulo que faleceu em 2012

Por Redação Portal T5

18h20 - Atualizado 10/07/2019 às 18h22
Foto: Reprodução/Instagram

Antônia Fontenelle ganhou na Justiça mais uma vez a ação que a reconhece como mulher do ator e diretor Marcos Paulo, que faleceu em 2012. Ela estava brigando pelo direito a parte da herança do diretor com as filhas dele, Mariana, com a atriz Renata Sorrah, e Giulia Costa, filha da atriz Flávia Alessandra. As duas moveram uma ação para que a Justiça não desse o direito de esposa à viúva.

Fontenelle, emocionada, comemorou através das redes sociais nesta quarta-feira (10) a notícia: "Estou aqui em Manhattan (nos EUA) e meu advogado me liga para dizer que, finalmente, depois de 7 anos de muito esculacho, a Justiça me deu ganho de causa. É um ganho moral. É uma vitória moral. 3 x 0, como todas as vezes que eu fui reconhecida, foi por unanimidade", desabafou chorando.

Em meio a incertezas jurídicas, Gol e Latam arrematam slots da Avianca

"Eu queria dizer para as mulheres desse país que não desistam dos direitos de vocês, nunca deixem ninguém esculachar vocês, nunca abaixem a cabeça pra ninguém. O Brasil tem Justiça, sim! Grite! Pisou no seu calo, grite! Contra fatos não há argumentos. Há sete anos eu estava sendo humilhada, esculachada, menosprezada. Obrigado meus advogados e desembargadores", acrescentou.

Em seguida, a apresentadora postou um vídeo no Instagram com a legenda "Respeita a minha história". Por meio do story, ela declarou: "Entendam esse vídeo como um grito, de alguém que estava há sete anos sendo esculachada, humilhada e menosprezada", desabafou.

+Nego do Borel pede namorada em casamento

De acordo com o advogado de Fontenelle, Adailton Rodrigues, a decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro é passível de recurso mas a possibilidade de ganho de causa da outra parte é menor.