Paraíba, terça-feira, 20 de agosto de 2019
30° C
Busca

Gente famosa

Gente famosa

Advogado de Najila pede que polícia realize acareação dela com Neymar

Najila registrou boletim de ocorrência no último dia 31 acusando o atacante Neymar de agressão e estupro

Por Redação Portal T5

22h50
Foto: Reprodução / SBT

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O advogado Cosme Araújo, que defende a modelo Najila Trindade, protocolou pedido de acareação no final da tarde desta quarta (19) na 6ª Delegacia de Defesa Mulher. Najila registrou boletim de ocorrência no último dia 31 acusando o atacante Neymar, do PSG, de agredi-la e estuprá-la em um hotel em Paris entre os dias 15 e 16 de maio.

A delegada Juliana Lopes Bussacos, que conduz o inquérito policial, vai avaliar o pedido de acareação entre Najila e Neymar, considerado inusitado nesse tipo de investigação de crimes sexuais. A premissa da delegacia da mulher é proteger a suposta vítima, sem que ela fique frente a frente com o acusado.

Há duas semanas, antes de Najila e Neymar prestarem depoimentos, quando alguns veículos noticiaram a possibilidade de a delegada pedir uma acareação, Bussacos desmentiu o boato e deixou claro que não havia essa intenção.
O próprio advogado da modelo não está confiante em uma reposta positiva.
"A delegada disse que tenho o direito de pedir acareação, não é proibido, mas que não concordaria. Mas se eu posso, vou fazer tudo o que tenho direito para defender minha cliente", afirmou Araújo.

+Fernando Rocha quebra silêncio sobre saída da Globo

Araújo tomou essa medida após ouvir de Najila que o suposto vídeo de sete minutos, uma importante prova com imagens dela e de Neymar no hotel, desapareceu.

Em seu depoimento no dia 7, Najila havia prometido a Bussacos entregar o celular no dia 10. Na terça (18), a Polícia Civil cumpriu busca e apreensão na casa da modelo e não encontrou o aparelho.

Há duas semanas, um trecho de cerca de um minuto desse vídeo foi divulgado. Ela mostra uma briga entre Najila e o jogador. Araújo disse ainda que não teve acesso às imagens. O advogado assumiu o caso oficialmente na terça (18). Segundo ele, Najila já não estava com celular, que teria desaparecido no dia 7, depois de seu depoimento.

+Carlos Bolsonaro é suspenso do Facebook por infringir código de conduta

Nesta quinta, o jornal francês L'Equipe publicou que a polícia francesa recolheu as imagens das câmeras de segurança do hotel em que Najila estava hospedada em Paris e onde teria ocorrido o estupro.
As imagens podem ser disponibilizadas para a polícia brasileira. A captura dos vídeos foi feita pelo 1º Distrito de Polícia Judicial de Paris.