Paraíba, sábado, 15 de junho de 2019
30° C
Busca

Diversão

Gente famosa

Entenda porque o ator Keanu Reeves foi promovido a Deus nas redes sociais

Com seu jeito de viver discreto e avesso ao mundo das celebridades, Keanu Reeves voltou aos holofotes.

Por Redação Portal T5

12h38

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Com seu jeito de viver discreto e avesso ao mundo das celebridades, Keanu Reeves, 54, voltou aos holofotes.

Depois de uma passagem rápida em São Paulo, neste ano, para negociar locações para filmar uma série, ele passou a promover diversos projetos. E nessas entrevistas e reportagens, começaram a pipocar fatos lembrando sua vida sofrida, seu jeito solitário e solidário. Não demorou para surgir uma religião em seu nome: o Kenuísmo. 

Uma página no Facebook com esse nome já conquistou 17 mil adeptos, que se renderam aos encantos do Deus Keanu. 

Reeves está em foco por causa do lançamento de "John Wick 3", da dublagem de um novo personagem em "Toy Story 4", que estreia na semana que vem, e por sua rápida aparição "como ele mesmo" na comédia romântica "Meu Eterno Talvez", da Netflix. 

As publicações na página confirmam a santidade do ator canadense. Já é antiga a notícia de que o astro da trilogia "Matrix" (1999-2003) faturou com o filme, mas doou boa parte de seu dinheiro a causas sociais. Em 2003, no lançamento do último filme, a franquia já havia rendido mais de US$ 700 milhões (R$ 2,6 bilhões). 

A vida do astro é tão simples que ele até usa transporte público para se movimentar em Nova York, onde mora. Há diversos vídeos em redes sociais que comprovam esse fato.

No ano passado, a imprensa americana descobriu que ele faz constantes doações e tem um projeto social para ajudar crianças com câncer. "Tenho uma fundação privada que funciona há cinco ou seis anos e que ajuda alguns hospitais infantis e pesquisas sobre o câncer", disse Keanu em um artigo do Ladies Home Journal de 2009, segundo o site de checagem Snopes.

Essa fundação nasceu porque Reeves sofreu com irmã que foi diagnosticada com leucemia. E essa não foi a única tragédia do canadense.

O mesmo site de checagem foi atrás da real história do ator que é contada em blogs e vídeos que circulam pela internet.

As verdadeiras são em relação à morte de seu melhor amigo, River Phoenix, que sofreu uma overdose aos 23 anos, em 1993. Mais tarde, em 1999, a mulher dele, Jennifer Syme engravidou, mas a criança nasceu morta aos oito meses. O trauma acabou em divórcio.

Apenas 18 meses depois, Syme morreu em um acidente de carro.

Além de toda a história de vida triste, Reeves foi recentemente elogiado pelas mulheres por não abraçar as fãs aos fazer selfies, e ainda deu uma declaração de cortar o coração à imprensa.

"Você sabe, eu sou o cara solitário. Eu não tenho ninguém na minha vida. Mas se ocorrer, eu respeitaria e amaria a outra pessoa; espero que isso aconteça para mim", disse em uma entrevista ao The Jakarta Post.

Por tudo isso, homens e mulheres se derretem na internet por Reeves.