Paraíba, segunda-feira, 25 de março de 2019
30° C
Busca

Diversão

Gente famosa

Lady Gaga publica texto se desculpando por parceria com cantor acusado de assédio

A cantora ainda prometeu retirar a música "Do What U Want", com R. Kelly, de todas as plataformas digitais

Por Redação Portal T5

09h03
R. Kelly e Lady Gaga fizeram parceria em 2013
R. Kelly e Lady Gaga fizeram parceria em 2013 Foto: Getty Images

Lady Gaga publicou um texto que toca em um assunto polêmico em suas redes sociais na madrugada desta quinta-feira (10). Pelo Twitter, a cantora pediu desculpas por ter gravado em 2013 a música “Do What U Want” em parceria com R. Kelly, astro do R&B norte-americano que vem sendo acusado de assédio sexual.

As denúncias resurgiram através do documentário “Surviving R. Kelly”, da Lifetime, em que diversas mulheres relatam ter sofrido abuso pelo músico de 52 anos, algo que teria ocorrido durante décadas. Atualmente, ele está sendo investigado pelas autoridades dos Estados Unidos, inclusive pelo crime de posse de pornografia infantil.

Leia também:

Globo define primeira entrevista do “Lady Night” para estreia em TV aberta

Saiba quem é ‘Jenifer’, personagem da música mais tocada do Brasil no momento

No texto, Lady Gaga diz que apoia qualquer pessoa que tenha sido vítima de assédio sexual, já que ela mesma sofreu com situação parecida, e promete ainda retirar “Do What U Want” de todas as plataformas digitais.

"Eu estou do lado destas mulheres 1000%, acredito nelas, sei que elas estão em sofrimento e com dor e sinto que suas vozes precisam ser ouvidas e levadas à sério. O que eu ouço das acusações contra R Kelly são absolutamente horríveis e indefensáveis. Como uma vítima de abuso sexual, eu fiz a música e o clipe em uma época sombria da minha vida, minha intenção era criar algo desafiador e provocativo porque eu estava brava e não havia processado o que aconteceu na minha vida. A faixa se chama ‘Do What U Want (With My Body)’, acho que é bem claro quão distorcido meu pensamento era na época”, começa ela.

“Acho que agora está explícito o quão distorcido era meu pensamento na época. Se pudesse voltar no tempo e conversar com minha versão mais nova, eu lhe diria para ir à terapia para entender o estado de confusão pós-traumática no qual eu me encontrava”, continua a cantora.