Paraíba, quarta-feira, 18 de julho de 2018
26° C
Busca

Diversão

Gente famosa

“Teria mais vergonha de interpretar políticos”, diz Deborah Secco comparando com papel de prostituta

A atriz foi uma das convidadas do programa Altas Horas do último sábado (7).

Por Redação Portal T5

09h57
Deborah Secco foi uma das convidadas do Altas Horas deste sábado (7)
Deborah Secco foi uma das convidadas do Altas Horas deste sábado (7) Foto: Reprodução/TV Globo

Deborah Secco foi uma das convidadas do programa “Altas Horas”, que foi ao ar no último sábado (7). Ao comentar sobre sua carreira e o machismo que pode ser percebido atualmente na sociedade, a atriz revelou que chega a receber declarações machistas até mesmo de outras mulheres.

"A minha geração foi criada em uma sociedade extremamente machista, homens e mulheres machistas. A gente começa uma luta agora, mas é muito longa e dura. Temos que ser muito fortes e persistentes", disse ela.

Deborah ainda relatou durante conversa com Serginho Groisman que, em muitas ocasiões, se sente julgada pelos papéis que já interpretou. Um dos grandes exemplos foi o da personagem Bruna Surfistinha, garota de programa a qual viveu nos cinemas.

"Fico muito triste quando dou algumas declarações e vejo a maioria das mulheres comentando:'vagabunda, piranha'. Me julgam muito pelos papéis que eu fiz e eu sempre falo que, graças a Deus, não tenho vergonha nenhuma de ter feito uma prostituta. Eu teria mais vergonha de fazer políticos no momento", complementou a artista.

Leia também:

Confira a programação do encerramento do São João de Campina Grande

Torcedora que ‘não sabe o que é copa do mundo’ viraliza na internet; veja vídeo