terça-feira, 07 de abril de 2020
Busca

Diversão

Diversão

Panflix: Jovem Pan lançará serviço de streaming

O lançamento vem para coroar uma série de esforços da Jovem Pan em ampliar a presença no ambiente digital.

Por Redação Portal T5

10h11

Nesta semana, o CEO da Jovem Pan, Roberto Araújo, anunciou durante painel no SET Expo 2019 a criação da Panflix, plataforma OTT do Grupo. O lançamento vem para coroar uma série de esforços da Jovem Pan – que passou a assumir o título de "Grupo Jovem Pan" e não mais "Rádio Jovem Pan" – em ampliar a presença no ambiente digital.

Segundo Araújo, a Pan deixou de ser uma rede de rádio para adotar uma posição de publisher digital. "A Jovem Pan não é somente a rede de rádio mais tradicional do Brasil, e sim uma líder de audiência e relevância. Estamos em 2273 cidades com uma rede de 84 afiliadas. Levamos conteúdo dos nossos quatro pilares – notícias, esportes, música e entretenimento – para todo o país, e hoje alcançamos 16 milhões de pessoas.", afirma. "Nosso trabalho de ampliação no meio digital consistiu em uma jornada de três passos: adaptações na redação, conteúdo e distribuição. Esse processo de adaptação foi bem sucedido – não enfrentamos problemas, ao contrário do que imaginávamos. Como a rádio cobre notícias e conta as histórias para o ouvinte na hora em que elas acontecem, nós já tínhamos essa agilidade que é tão importante para o digital.", discorre.

Quase todo o conteúdo produzido na rádio passou a ser disponibilizado em tempo real no YouTube, onde a Pan possui diversos canais. "Começamos com o YouTube porque precisávamos entrar nesse mercado já com relevância, principalmente porque 90% do nosso conteúdo é news. Então fomos para essa plataforma, que já tem um público, para garantir presença. Criar uma plataforma fechada do zero demandaria maior investimento e teria menor garantia de audiência. O modelo do YouTube até então nos atendia, não pedia por grandes esforços financeiros e era um ambiente propício para experiências.", explica o CEO.

Os resultados foram positivos: são mais de 16 horas por dia de live streaming; 1.6 bilhões de minutos assistidos nos últimos 30 dias; 15 milhões de subscribers; 200 milhões de views ao mês e 25.6 milhões de unique visitors nos últimos 30 dias. "Nesse cenário, entendemos ainda que o jornalismo opinativo é nosso ponto forte. Vídeos que possuem conteúdo com opinião geram 60% mais de views e 80% mais de engajamento.", revela Araújo, acrescentando ainda que, hoje, os maiores esforços da Pan versam no sentido de fazer com que o mercado anunciante entenda que eles não são somente rádio, fortalecendo esse novo posicionamento mais amplo. Ainda sobre publicidade, Roberto provoca: "A bola está nas mãos do mercado anunciante. Os veículos estão dispostos e abertos para modelos completamente inovadores. Está na mão deles compreender essa publicidade do futuro e criar novos modelos de negócio a partir daí.".

Novidades

O destaque do painel ficou por conta da Panflix, plataforma de OTT do Grupo Jovem Pan. "A Panflix vai nascer aberta a todo o público, já com todo o conteúdo que hoje está disponível no nosso YouTube – essa conversão para o OTT é fácil e barata. Queremos juntar todos esses canais, que hoje estão dispersos no YouTube, para uma melhor experiência de usuário, que incluirá ainda ferramentas de recomendação otimizadas.", conta. "A ideia é trabalhar bem a plataforma aberta para incentivar o cliente a pagar pelo modelo de assinatura. Nesse formato, teremos conteúdo premium e exclusivo, e já não mais embedado pelo YouTube. No futuro, teremos um modelo híbrido, com opções tanto pagas quanto gratuitas.", completa.

Com o lançamento, a Jovem Pan vai apostar ainda mais em infraestrutura. O CEO conta que a empresa tem feito uma série de investimentos para lançar, já nos próximos meses, quatro novos estúdios. "Será um salto grande de qualidade de imagem para o nosso formato.", garante.

Veja mais:

Viúva de Jackson do Pandeiro relembra vida, obra e influência do artista na música brasileira

Tela Viva