Paraíba, quinta-feira, 20 de setembro de 2018
22° C
Busca

Diversão

Diversão

Após 7 anos, veja como estão os gêmeos famosos pelo vídeo da formiguinha: "Que dó!"

Os gêmeos protagonistas do desse episódio fizeram 10 anos de idade em abril desse ano

Por Carlos Rocha

20h57
Reprodução/ Facebook

Provavelmente em algum momento da vida você já disse a frase: "O tempo passa rápido,né!". Pois é, e nós tempos mais um motivo para você usar essa expressão. Quem não lembra do vídeo "Mataram a formiguinha – que dó", que viralizou no YouTube? Os gêmeos protagonistas do desse episódio fizeram 10 anos de idade em abril desse ano.

No vídeo, os dois irmãos gêmeos “discutem” depois que um deles matou uma formiga. O material, que foi filmado bem despretensiosamente, acabou mudando o futuro das crianças, afirmou a mãe dos meninos, Noemi Lisboa, em entrevista ao G1.

De acordo com ela, após o sucesso do vídeo, que virou meme na internet, os irmãos foram chamados para fazer propaganda de uma marca de roupas, o que permitiu que os pais investissem parte do dinheiro recebido em um terreno para os filhos.

Os irmãos Guilherme do Nascimento Ávila e Gustavo do Nascimento Ávila, agora com 10 anos, moram com os pais em Capão Bonito (SP). Na época do vídeo, em abril de 2011, eles tinham 3 anos. (Assista aqui ao vídeo).

“O dinheiro que recebemos investimos em um terreno para eles. Era injusto usar. Mas não dá também para dar para eles agora, porque senão vão gastar tudo em brinquedos (risos). Quando a empresa me ligou fazendo a oferta fiquei incrédula, porque nunca imaginaria que uma brincadeira como aquele vídeo renderia um bem material para os meninos. A nossa vida mudou depois do vídeo”, conta a mãe.

Reprodução/ Facebook

Meme

O vídeo chegou a ser apontado como o segundo vídeo de entretenimento mais visto no Brasil pelo YouTube nos 10 primeiros anos do site, em 2015. A filmagem foi feita por Noemi e é ela também que pergunta aos dois meninos na cozinha da casa. Mas o vídeo foi publicado no YouTube pela tia e madrinha deles, Eny Lisboa, sem a autorização da mãe. Na época, o Whatsapp não era popular, então o YouTube era a única forma de compartilhar o vídeo com familiares, ressalta Eny.

“Nem contei para minha irmã e o meu cunhado, porque a intenção era só mostrar para parentes que moram fora. Mas assim que publiquei as coisas saíram do controle. No primeiro dia lembro que foram mais de 500 visualizações. No dia seguinte na escola onde trabalho esse era o assunto. Na mesma semana outro usuário do YouTube copiou o vídeo e então começou a atingir milhões de visualizações. Eu tive medo da reação dos pais, que não sabiam, mas eles não ligaram”, conta a madrinha.

Guilherme, o irmão que matou a formiga, tentou explicar o que houve: “Lembro muito pouco, porque era muito novo. Mas sei que no dia a gente foi ao sítio do meu avô e lá fui picado por uma formiga. Então eu pisei nela para defender meu irmão”, conta.

A mãe Noemi Lisboa confirma a versão do filho. Ela ainda entrega que, apesar de chorar pela morte de uma formiga, o filho Gustavo é o menos “ajuizado” entre os dois. “Dá até para ver que no vídeo o Guilherme fica nervoso por ver o irmão chorando. E na verdade, o Gustavo chorou porque estava brincando com a formiga. Ele estava guiando a formiga no chão com os dedos”, diz.

Os irmãos ainda curtem os últimos dias de férias este mês, mas em fevereiro começarão a 4ª série do ensino fundamental. Entre os colegas os dois são como qualquer criança, apesar de serem os únicos da sala já terem se tornado meme e a terem dado autógrafos e entrevistas.

Já em casa, os dois mostram-se verdadeiros apaixonados pelos animais, já que possuem tartarugas e até patos. O pai deles é quem cuida dos bichinhos, mas os dois afirmam que amam brincar com todos. "Temos uma tartaruga, três patos filhotes, algumas galinhas e um cachorro. A gente gosta muito de brincar com eles, corremos atrás dos patinhos e às vezes damos rações para as galinhas. Não gostamos só de formigas”, brinca Gustavo.