segunda-feira, 18 de novembro de 2019
Busca

Concursos e Empregos

Concursos e Empregos

Informalidade no trabalho volta a bater recorde, diz IBGE

De acordo com o instituto, 11,8 milhões de pessoas estão sem carteira de trabalho assinada no setor privado.

Por Redação Portal T5

12h07

DIEGO GARCIA
RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - A informalidade continua batendo recordes no mercado de trabalho brasileiro, informou nesta quinta-feira (31) o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

Leia também:

Vídeo: hit 'Caneta Azul' viraliza na web e conquista famosos como Wesley Safadão

+ Na PB: homem tatua rosto do autor do hit ‘Caneta Azul’

+ Votação elege João Pessoa como melhor destino turístico entre as capitais do Brasil

De acordo com o instituto, 11,8 milhões de pessoas estão sem carteira de trabalho assinada no setor privado, um crescimento de 2,9% (338 mil pessoas) com relação ao trimestre encerrado em junho, enquanto os trabalhadores por conta própria atingiram 24,4 milhões de pessoas, alta de 1,2% (293 mil pessoas).

Ambas as marcas são novos recordes na série histórica, segundo o IBGE.
"Temos mais pessoas trabalhando nesse trimestre, mas a questão é a qualidade dessa forma de inserção informal", disse a analista da pesquisa, Adriana Beringuy.

Os aumentos também são vistos na comparação com o mesmo período de 2018. A alta foi de 3,4% (384 mil) entre os trabalhadores sem carteira assinada, e 4,3% (1 milhão) com os que estão por conta própria.

+ Manifestação de Bolsonaro contra Globo vira meme e ganha as redes sociais

+ Carla Vilhena faz críticas a Maju, diz que "repórter precisa de fono urgente" e depois apaga mensagens

+ Polícia Federal rastreia desvio de verbas públicas na Paraíba

Enquanto ocorre aumento da informalidade, a taxa de desocupação recua: agora foi de 12%, do trimestre encerrado em junho, para 11,8% nos três meses encerrados em setembro.
Também houve estabilidade na comparação com o mesmo trimestre de 2018, que registrou 11,9% de desocupação.

De acordo com o IBGE, 12,5 milhões de pessoas ainda estão desempregadas no Brasil.

Siga nosso Instagram Facebook e fique bem informado! 

Adicione nosso WhatsApp: (83) 9 9142-9330.